O delegado  Michelotto: da Polícia Civil para a Guarda Municipal | Antonio Costa/Gazeta do Povo
O delegado Michelotto: da Polícia Civil para a Guarda Municipal| Foto: Antonio Costa/Gazeta do Povo

A prefeitura confirmou ontem que Itamar dos Santos não é mais o secretário municipal da Defesa Social em Curitiba. O novo titular da pasta será o delegado Marcus Michelotto, que estava na coordenação da Divisão Estadual de Narcóticos da Secretaria de Estado da Segurança Pública.

A substituição de Santos era uma das principais reivindicações do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curi­tiba (Sismuc), que representa os guardas municipais. Os trabalhadores fizeram um protesto no Centro de Curitiba na quarta-feira da semana passada, depois da morte do agente Joel Franklin, assassinado no posto do Parque Barreirinha. Foi o quinto assassinato de um guarda municipal no período de um ano.

"Já reclamávamos contra o coronel há muito tempo", disse o diretor do sindicato Diogo Monteiro. "Sempre faltou comando dentro da secretaria. Esperamos que agora a situação mude." A assessoria da prefeitura negou que a mudança tenha relação com o pedido do Sismuc. Outra solicitação dos guardas municipais é que eles trabalhem em duplas. Na sexta-feira, a prefeitura informou que o assunto será discutido nas nove regionais da cidade. "A prefeitura alegou que não há efetivo suficiente para que o trabalho ocorra em dupla em todos os lugares. Por isso vamos fazer as reu­­niões regionalizadas", afirmou Monteiro.

Michelotto entrou na Polícia Civil em 1994. Foi titular do 5.º, do 9.º e do 10.º Distrito Policial (DP) de Curitiba, da Delegacia de Furtos e Roubos, do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]