i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Religião

Igreja oferece catequese on-line

Iniciativa de arcebispo conquista jovens universitários na região Oeste do estado

  • PorLuiz Sonda, correspondente
  • 22/11/2008 21:08
Dom Mauro e as irmãs marcelinas Lourdes e Anelise: fé na rede | César Machado/Vale Press
Dom Mauro e as irmãs marcelinas Lourdes e Anelise: fé na rede| Foto: César Machado/Vale Press

Resgate

Fugiu da missa

Ana Paula Godinho, 28 anos, encerrou há duas semanas o curso da catequese on-line e vai ser crismada no dia 3 de dezembro, junto com outros cinco alunos da primeira turma. Isso tudo está sendo muito importante para minha formação espiritual, minha fé", conta.

A universitária revela que sempre foi católica, mas deixou de freqüentar a catequese logo no início, aos 7 ou 8 anos de idade. "A catequista disse que na sexta-feira 13 o ‘diabo’ iria aparecer. E que para não encontrar com ele, a gente tinha de crer em Deus", lembra.

Assustada, Ana Paula nunca mais voltou para a catequese, apesar da insistência de seus pais. "Depois segui minha vida como católica, freqüentando as missas. Mas faltava alguma coisa."

Para Mariana Melin, 25 anos, acadêmica de Fisioterapia, fazer a catequese foi também uma necessidade. Católica "não-participante", ela é casada apenas no civil há sete anos com o vendedor Eder Melin, que é de uma família religiosa. "Faltava o casamento na igreja", diz Mariana. Mas a correria do dia-a-dia não permitia que freqüentasse a catequese convencional. Com o curso on-line, o casal realizou o sonho no dia 15 de novembro.

Cascavel - Um serviço oferecido pela Arquidiocese de Cascavel, região Oeste do Paraná, está despertando a atenção da Igreja Católica em todo o Brasil, em outros países e até no Vaticano. Trata-se da catequese on-line, lançada em abril deste ano e que no dia 3 de dezembro vai crismar a primeira turma.

"Recebi e-mails de religiosos do México, da Alemanha e, dia desses, concedi uma entrevista para a Rádio Vaticano. Todos querendo informações a respeito da catequese on-line", conta o arcebispo de Cascavel, dom Mauro Aparecido dos Santos.

Juntamente com as irmãs Lourdes Zanini e Anelise Bettio, da Congregação das Irmãs de Santa Marcelina, responsáveis pela Pastoral Universitária, o arcebispo ouvia pedidos de jovens universitários da região que gostariam de concluir a formação católica, mas não encontravam tempo para isso. "Aí, brinquei: por que não oferecer a catequese pela internet?"

Com a ajuda de um técnico em informática, as irmãs ficaram encarregadas da parte operacional. "Fizemos um resumo da doutrina, montamos módulos e criamos um sistema de tutoria pela internet", conta irmã Anelise. O trabalho resultou em 28 lições, divididas em cinco módulos, que abordam a profissão de fé, os sete sacramentos, os dez mandamentos, as orações cristãs e a história da igreja.

O aluno deve fazer a lição e enviar as respostas por e-mail. As irmãs corrigem e, se o resultado for positivo, a próxima lição é liberada. Ao final de cada módulo acontece um encontro presencial com as irmãs. "Mesmo utilizando a internet, não abrimos mão desse encontro, quando nos aproximamos dos fiéis", diz irmã Anelise.

Hoje, 36 universitários estão cursando a catequese on-line. "Temos de ir ao encontro desses jovens, utilizando as novas tecnologias. Não podemos ficar parados, esperando por eles dentro da Igreja", reconhece dom Mauro. Por enquanto, a catequese on-line é oferecida apenas a jovens universitários da região da Arquidiocese de Cascavel, que compreende 17 cidades.

Regulamentação

A doutrina da Igreja Católica prevê que a iniciação religiosa comece pelos primeiros sacramentos, que são o Batismo, a Eucaristia e a Crisma. "É quando as crianças aprendem os princípios da fé cristã", explica irmã Lourdes. O tempo de estudo, da primeira comunhão até a Crisma, pode levar sete anos.

Após a crisma, os catequisandos podem ser considerados "católicos formados". "Mas isso não significa que a missão na igreja terminou. Ela continua, através da participação nas missas e nos trabalhos pastorais", lembra a irmã.

Para aqueles que não freqüentaram a catequese quando crianças, a igreja oferece a possibilidade de recuperação, através de cursos presenciais, a chamada catequese para adultos, que pode durar até dois anos.

Serviço: www.dommauro.com.br.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.