i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Curitiba

Operário cai de prédio e atinge plantão de vendas no Centro

O operário não havia conectado os equipamentos de segurança pessoal à linha vida, usada para impedir que o trabalhador caia caso se desprenda do local de trabalho

  • PorJonatan Silva e Jadson André, do portal Paraná Online
  • 28/06/2013 16:17

Um operário da construção civil morreu ao cair do prédio em que trabalhava na manhã desta sexta-feira (28). Gilson Lemes Soares, de 46 anos, trabalhava na construção de um edifício na esquina da Avenida Sete de Setembro com a rua Conselheiro Laurindo, no Centro de Curitiba, quando despencou de um dos andares mais altos da obra e atingiu o plantão de vendas. As informações são do portal Paraná Online.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), Gilson usava capacete e estava com a cadeirinha, porém, não havia conectado os equipamentos à linha vida, usada para impedir que o operário caia, caso ele se desprenda do local de trabalho. O tenente Romaniuk, do Corpo de Bombeiros, afirmou que o resgate do corpo foi difícil, já que não existia ponto de fixação para os equipamentos.

De acordo com Antonio Bonfim, diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sintracon), uma reunião deve ser marcada na próxima segunda-feira (1) para avaliar qual posicionamento será adotado pela entidade.

Em nota divulgada à imprensa, a construtora Thá, responsável pelo empreendimento, disse que lamenta pelo acidente e que prestará toda assistência necessária aos familiares do operário. Além disso, a nota salientou que Gilson era funcionário de uma empresa prestadora de serviços contratada pela Thá.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.