Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Vida e Cidadania
  3. Paraná perde Adalice Araújo, uma das maiores críticas de arte do Brasil

Luto

Paraná perde Adalice Araújo, uma das maiores críticas de arte do Brasil

A pesquisadora sofria de problemas cardíacos e foi vítima de um infarto fulminante na manhã desta segunda-feira

  • Eloá Cruz, especial para a Gazeta do Povo
Adalice no apartamento-arquivo no Bigorrilho: fortuna-crítica e dinheiro do próprio bolso empenhado no dicionário. |
Adalice no apartamento-arquivo no Bigorrilho: fortuna-crítica e dinheiro do próprio bolso empenhado no dicionário.
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A artista plástica, historiadora e crítica de arte Adalice Araújo morreu na manhã desta segunda-feira (8) aos 81 anos. A pesquisadora sofria de problemas cardíacos, chegou a ser hospitalizada diversas vezes, e teve um infarto fulminante em casa, em Curitiba.

TRAJETÓRIA: Leia o perfil de Adalice produzido pelo jornalista José Carlos Fernandes

VÍDEO: Veja a entrevista em vídeo em que ela explica sua formação cultural

Adalice nasceu em Ponta Grossa em 1931, numa tradicional família de ervateiros. Considerada uma das melhores críticas de arte da história local e do cenário brasileiro, a artista cursou Belas Artes e fez cursos na Itália. Divorciada, Adalice teve um único filho, Marco Francesco Gianatti, que faleceu em 2003 aos 40 anos.

O corpo da pesquisadora será velado a partir das 21 horas desta segunda-feira na capela do Jardim da Saudade, no bairro Portão. De acordo com informações de familiares, o enterro está programado para as 11 horas, também no Jardim da Saudade.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE