i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
greve dos professores

Passeata de professores reúne milhares no Centro de Curitiba

Multidão caminhou até a frente do Palácio Iguaçu, onde reunião entre professores e o governo teve nova proposta para tentar pôr fim à greve da categoria

  • PorJônatas Dias Lima,com informações de Diego Antonelli e Angieli Maros
  • 25/02/2015 15:38
Professores marcharam até o Centro Cívico após se concentrarem em duas praças do Centro de Curitiba | Henry Milleo/Gazeta do Povo
Professores marcharam até o Centro Cívico após se concentrarem em duas praças do Centro de Curitiba| Foto: Henry Milleo/Gazeta do Povo

Servidores públicos estaduais, em sua maioria professores liderados pela APP Sindicato, fizeram nesta quarta-feira (25) mais uma manifestação de repúdio às propostas recentemente anunciadas pelo governo Beto Richa (PSDB) para o funcionalismo e exigindo a regularização dos pagamentos atrasados. Professores da rede estadual vindos do interior do estado se juntaram aos educadores da capital e aos agentes do Detran numa passeata que chegou a reunir 10 mil pessoas, segundo estimativa oficial divulgada pela Polícia Militar. Os organizadores do protesto disseram que 50 mil participaram do ato.

Veja como foi a marcha dos professores em Curitiba

Milhares de professores e servidores públicos partiram das praças Rui Barbosa e Santos Andrade rumo ao Centro Cívico. Docentes e governo negociam pela terceira vez o fim da greve.

+ VÍDEOS

Líder do governo apresenta propostas feitas aos professores

Em discurso na Assembleia, o líder do governo , Luiz Claudio Romanelli (PMDB), citou que promessas contemplam o pagamento das rescisões dos 29 mil educadores contratados via PSS e outras medidas estruturais, em especial a reabertura de turmas fechadas no início do ano letivo e a manutenção de programas extracurriculares.

Leia a matéria completa

Os manifestantes saíram em marcha partindo de dois pontos distintos. Enquanto um grupo saiu da Praça Rui Barbosa, outro partiu da Praça Santos Andrade. Ambos foram em direção ao Palácio Iguaçu, onde o governo e a categoria se reuniram para discutir, pela terceira vez, o fim da greve dos professores. Todas as ruas pelas quais passavam eram fechadas por funcionários do Detran, identificados com coletes, que também aderiram ao movimento grevista.

Veja como foi o acompanhamento em tempo real da marcha

  • Marcha dos professores toma conta da Rua Marechal Deodoro, no centro de Curitiba
  • Concentração da marcha dos professores na Praça Santos Andrade
  • Professores de várias cidades do Paraná participam da marcha
  • Concentração da marcha dos professores na Praça Santos Andrade
  • Concentração da marcha dos professores na Praça Santos Andrade
  • Concentração da marcha dos professores na Praça Santos Andrade
  • Manifestantes carregam cruzes com nomes dos deputados estaduais
  • Professores usam caixão, com mensagens contra o governo estadual, para protestar

O grupo que partiu da Praça Rui Barbosa seguiu pela Rua Visconde de Nácar e chegou até a Avenida Vicente Machado, onde fica a sede da Secretaria da Fazenda. No local, os manifestantes fizeram uma parada para entoar gritos de guerra e posar para fotos exibindo cartazes com nomes e fotos dos deputados que apoiaram as medidas propostas por Richa.

Aqueles que saíram da Praça Santos Andrade se dirigiram à Praça Tiradentes, onde os dois grupos se uniram. Depois de um breve descanso, alguns discursos e músicas, a caminhada continuou, agora com o bloco unificado, até o Palácio Iguaçu.

Apoio

No caminho, vários estudantes se juntaram à passeata entoando gritos de protesto e exibindo cartazes. Foi o caso do jovem Efigênio Pavei, aluno de Faculdade de Belas Artes, que afirma estar há três meses sem receber bolsa.

Até mesmo alguns policiais militares revelaram seu apoio ao protesto, ainda que de forma discreta. Uma das viaturas paradas na Avenida Cândido de Abreu, do 12º Batalhão da Polícia Militar (BPM), exibia um pequeno cartaz, escrito à mão, com a frase: “Estamos juntos. Parabéns!”.

Ao chegarem diante do Palácio Iguaçu, uma grande cartola preta com símbolo de cifrão foi colocada diante do prédio. Dentro da cartola, os manifestantes jogaram moedas de cinco e dez centavos, ironizando a dificuldade do governo em conseguir dinheiro para pagar os servidores. “Estamos dando nossas moedinhas pra você, Beto Richa!”, diziam os líderes da manifestação, nos carros de som.

Passadas duas horas do início da reunião, o clima é de descontração na Praça Nossa Senhora da Salete. Manifestantes lancharam no gramado, ouviram música e dançaram, sem deixar de lado a busca por proteção contra o forte calor da manhã e início da tarde na capital do estado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.