• Carregando...

No Dia Nacional de Combate à Pirataria e à Biopirataria, agentes da delegacia da Receita Federal em Foz do Iguaçu, no Oeste do estado, usaram três máquinas para destruir na manhã desta quinta-feira (3) o equivalente a R$ 9,7 milhões em produtos falsificados apreendidos na fronteira nos últimos meses. A iniciativa faz parte do 5º Mutirão Nacional de Destruição de Mercadorias, promovido em várias cidades brasileiras.

No total, serão inutilizados em todo o país mais de 3 mil toneladas de mercadorias pirateadas como CDs, DVDs, cigarros, óculos, pneus, cosméticos, preservativos, brinquedos, agrotóxicos, materiais cirúrgicos e medicamentos. Por serem mercadorias falsificadas, elas não podem ser leiloadas ou doadas, mas parte será reaproveitada. Os cigarros são usados em compostos fertilizantes e os CDs e DVDs entram na fórmula de produtos plásticos.

De janeiro a outubro desse ano, a Receita Federal já tirou de circulação em todo o país mais de R$ 1,2 bilhão em mercadorias que ingressaram ao território nacional de forma ilegal. O volume é resultado das freqüentes ações de repressão ao contrabando e ao descaminho.

0 COMENTÁRIO(S)
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]