i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Violência

Sequestro em Brasília acaba após 7 horas

  • PorFolhapress
  • 29/09/2014 21:05
 | Fernando Bizerra Jr./EFE
| Foto: Fernando Bizerra Jr./EFE

Ex-secretário municipal de Agricultura e ex-candidato a vereador na cidade de Combinado (TO), Jac Souza dos Santos, de 30 anos, manteve ontem por mais de sete horas um refém dentro de um quarto de hotel no centro de Brasília (foto). Ele se entregou por volta das 16 h. Santos estava armado e fez com que um funcionário do hotel St. Peter usasse um colete em que supostamente estaria material explosivo.

A polícia chegou a afirmar que tinha 98% de certeza de que os explosivos eram verdadeiros, possivelmente dinamite. Mas, com o fim do sequestro, constatou-se que a bomba e a arma eram falsas. Ninguém se feriu. Jac foi preso. Ele tem uma fazenda avaliada em R$ 600 mil em Tocantins.

Jac não tem antecedentes criminais e estaria atualmente trabalhando em uma campanha eleitoral. Ao longo da tarde, o sequestrador não apresentou uma reivindicação clara. Entre os pedidos estavam a aplicação da Lei da Ficha Limpa (que impede a candidatura de políticos condenados em tribunais colegiados da Justiça), o fim da reeleição no Brasil e a extradição de Cesare Batisti (italiano acusado de assassinato na Itália que conseguiu autorização para permanecer no Brasil).

"Meu pai e Jac trabalham juntos. Ele se encontrou com meu pai no último sábado e avisou que iria para Brasília no fim de semana, mas que estaria de volta na segunda de manhã. No escritório, ele deixou para a mãe uma carta de duas páginas. A carta tinha um tom de despedida e era um pedido de desculpa, mas não especificava o que ele ia fazer ou se ele ia fazer algo", disse Deibson Moreira de Araújo, amigo de infância de Jac.

Ao ser informada do episódio, a mãe de Jac, Lourdes Souza, teve de ir para o hospital e ser medicada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.