i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Finados

Sol aparece à tarde no Litoral depois de manhã nublada

  • PorOswaldo Eustaquio, correspondente em Paranaguá
  • 02/11/2013 09:21
Matinhos teve a praia movimentada neste sábado, apesar do tempo nublado e do vento | Oswaldo Eustaquio / Agência de Notícias Gazeta do Povo
Matinhos teve a praia movimentada neste sábado, apesar do tempo nublado e do vento| Foto: Oswaldo Eustaquio / Agência de Notícias Gazeta do Povo

Para a alegria de quem desceu para as praias do Litoral do Paraná neste feriado de Finados, o sol resolveu aparecer no começo da tarde deste sábado (2). As irmãs Gisele e Gislaine de Sales vieram de Londrina junto com a amiga Thays Brito para a praia de Caiobá, em Matinhos. Elas chegaram na areia pela manhã, quando o sol ainda não tinha dado as caras. "Nós contrariamos a previsão do tempo e enfrentamos a estrada e agora vamos aproveitar o sol para pegar um bronzeado. Se o tempo firmar vou aproveitar para dar um mergulho na água salgada", disse Gisele.

Kely Moreira, de 27 anos, mora em Curitiba e veio visitar a mãe na praia. Keli é matinhense e disse que este clima é muito agradável. "Prefiro assim porque não tem aquele sol forte nem está frio. Só este mormaço já é suficiente para dar um bom bronze".

O operador de máquinas, Marcelo Pereira de Souza, de Curitiba, veio com a família para descansar, mas preferiu ficar na areia curtindo a paisagem. Ele não teve coragem de entrar na água porque o vento é forte na orla. O calçadão de Caiobá estava bem movimentado na tarde deste sábado, com muita gente caminhando e fazendo exercícios.

Comércio

O comércio do litoral comemorou o bom resultado neste início de feriado, que é um indicativo de uma boa temporada. Restaurantes, pousadas e hotéis das cidades praianas aproveitam para fazer os ajustes finais para receber os veranistas. A pousada de Jodeildes dos Santos, conhecida como Dedé, é um exemplo. "Reformamos os quartos, melhoramos a cozinha, limpamos a piscina e demos uma repaginada no espaço para o café da manhã. Tudo isso para atender bem os nossos clientes", disse.

Dedé conta que o mês de janeiro é o mais procurado para reservas, no entanto, as procuras tem se limitado ao dia 20. "O início das aulas no dia 15 de janeiro fez com que os veranistas estejam se programando para ficar na praia até o início das aulas das crianças e isso faz com que a temporada seja mais curta", disse.

Restaurantes cheios

Os restaurantes da Avenida Atlântica estavam em sua maioria lotados em Caiobá. De frente para o mar, a família Souza aproveitou o feriado de finados para matar a vontade de comer camarão pistola. "É muito bom ter esse momento em família. Já fazia tempo que estava prometendo para minha filha um combinado de frutos do mar", disse. O proprietário do restaurante Canoa Quebrada, Lázaro de Oliveira, disse que o segredo é tratar bem o cliente. "A cada temporada fazemos um projeto novo, lançamos um prato diferente. Estou com uma grande expectativa para esta temporada, que se for como nos últimos fins de semana será realmente muito boa", disse.

Protesto

Apesar de proibido pela Justiça, os moradores de Matinhosbloquearam um trecho da PR-508 por aproximadamente uma hora na manhã deste sábado (2). A ideia dos manifestantes é exigir mais investimentos na via, na qual teriam sido registrados acidentes recentemente. Segundo a Ecovia, que administra o trecho, a pista ficou parcialmente interditada, mas não impediu o fluxo dos veículos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.