Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Vazão de água é a maior da história do Parque Nacional do Iguaçu desde que o monitoramento hidrológico começou | Christian Rizzi/Agência de Notícias Gazeta do Povo
Vazão de água é a maior da história do Parque Nacional do Iguaçu desde que o monitoramento hidrológico começou| Foto: Christian Rizzi/Agência de Notícias Gazeta do Povo
  • Vazão de água é a maior da história do Parque Nacional do Iguaçu desde que o monitoramento hidrológico começou
  • Vazão de água é a maior da história do Parque Nacional do Iguaçu desde que o monitoramento hidrológico começou
  • Vazão de água é a maior da história do Parque Nacional do Iguaçu desde que o monitoramento hidrológico começou
  • Vazão de água é a maior da história do Parque Nacional do Iguaçu desde que o monitoramento hidrológico começou
  • Vazão de água é a maior da história do Parque Nacional do Iguaçu desde que o monitoramento hidrológico começou

Cataratas do Iguaçu têm vazão recorde

As Cataratas do Iguaçu amanheceram com uma vazão recorde. Por volta das 8h desta segunda-feira (9), o volume de água chegou a 46,3 milhões de litros por segundo, pouco mais de 30 vezes acima da média normal - 1,5 milhão de litros por segundo. A marca é a maior da história do Parque Nacional do Iguaçu desde que o monitoramento hidrológico começou. O recorde anterior foi registrado em 1983 com 35 milhões de litros por segundo.

A força tamanha das águas fez com que as passarelas de acesso à Garganta do Diabo, o principal dos 275 saltos d´água das Cataratas, fossem interditadas já no domingo. Por medida de segurança, o passeio de barco do Macuco Safari que percorre o Rio Iguaçu também foi suspenso e o elevador que leva turistas ao mirante inferior deixou de operar temporariamente.

Veja fotos da vazão recorde das Cataratas

A tendência é que o nível das águas volte ao normal. Por volta das 16h desta segunda-feira, a vazão estava em 27.614 milhões de litros por segundo.

Inundações

Com água em excesso, o nível dos rios Iguaçu e Paraná está em alta. Em Capanema, o nível do Rio Iguaçu chegou a marca histórica de 32.250 m3/s às 6h, a maior vazão registrada desde 10 de junho de 1983, ou seja, 29.386 m3/s. No reservatório de Itaipu a vazão atingiu 20.203 m3/s pela manhã. A tendência para os próximos dias é aumentar, de acordo com Boletim de Alerta Hidrológico de Itaipu. Com o aumento do nível do Rio Paraná, a Itaipu abriu duas das três calhas do vertedouro - uma no sábado (7) e outra nesta segunda-feira (9). Por volta das 17h desta segunda, o vertimento era de 9.196 metros cúbicos por segundo (m3/s). A previsão para esta terça-feira é para 10 m3/s. Depois a marca deve começar a se estabilizar. A última vez que Itaipu abriu duas calhas do vertedouro foi na cheia de junho de 2013.

Inundações já são registradas nos bairros Remansito e San Rafael, em Ciudad del Este, fronteira com Foz do Iguaçu em razão do aumento do nível do Rio Paraná. Estima-se que 300 casas foram atingidas, 200 no bairro San Rafael e 100 no Remansito. No lado brasileiro, há inundações nos bairros Porto Meira e Vila Bancária.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]