Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Vida e Cidadania
  3. Vidente Mãe Dináh morre em São Paulo

Adeus

Vidente Mãe Dináh morre em São Paulo

Ela ficou famosa após supostamente prever o acidente aéreo que matou o grupo Mamonas Assassinas, em 1996

  • Folhapress
  • Atualizado em às
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

A vidente Benedicta Finazza, mais conhecida como Mãe Dináh, morreu na sexta-feira (02/5), em São Paulo.

O velório teve início às 8h deste sábado no Cemitério da Paz, no Morumbi, zona sul da capital, e o enterro foi confirmado por um funcionário do local às 15h.

Ela ficou famosa após supostamente prever o acidente aéreo que matou o grupo Mamonas Assassinas, em 1996.

A partir de então, virou personagem frequente de programas de auditório, onde fazia suas previsões sobre o futuro de personalidades.

Em sua página no Facebook, a vidente postou no dia 16 de julho do ano passado: "Eu vejo Justin Bieber morrendo da mesma forma que John Lennon".

Havia, entre outras coisas, fórmulas para não virar gay e também simpatias para ganhar dinheiro.

Em seu site oficial, a vidente dizia que usava o seu dom para ajudar. "Estou sempre disposta a atender, aconselhar quem necessita. Minha função não é consertar o mundo. Ajudo a quem precisa, mas a pessoa também tem que fazer a parte dela, que é ter fé. Peça com muita confiança que seu pedido será atendido", afirmava.

Em 2013, ela protagonizou alguns comerciais da nova MTV, nos quais ironizava suas próprias previsões e falava do futuro da emissora.

A médium nasceu em São Paulo e foi criada no bairro do Paraíso. Ela afirmava que desde os três anos de idade já demonstrava ser uma sensitiva contando suas visões de fatos que aconteceriam com pessoas da família ou com amigos. Ao completar sete anos, previu a morte da avó, poucas horas antes de acontecer e aos 13 passou a auxiliar amigos, vizinhos e pessoas próximas.

Para o jornalista e crítico de TV Ricardo Feltrin, ela fez parte de um período obscurantista da televisão brasileira. "Ela foi um marco nesta época, em que a TV divulgava crenças inverossímeis, notícias sobre aparecimento de santas no espelho e coisas do tipo. Era uma personagem anual, que sempre surgia na tela fazendo previsões sobre o ano seguinte."

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE