i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Notas políticas

Cabeças do Congresso

  • Pornotaspoliticas@gazetadopovo.com.br
  • 07/08/2013 21:17
Eduardo Sciarra, o líder do PSD na Câmara | Bernardo Hélio/Ag. Câmara
Eduardo Sciarra, o líder do PSD na Câmara| Foto: Bernardo Hélio/Ag. Câmara
  • Dilma Rousseff, presidente

Oito políticos paranaenses estão entre os 100 "cabeças" do Congresso Nacional, segundo lista elaborada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) e divulgada na terça-feira. Um deles, o líder do PSD na Câmara, Eduardo Sciarra (foto), entrou para o top 10 dos mais influentes. Em outros anos, ele aparecia nas listas como político em ascensão. Os outros paranaenses citados são os deputados Abelardo Lupion (DEM), André Vargas (PT), Dr. Rosinha (PT), Osmar Serraglio (PMDB) e Rubens Bueno (PPS) e os senadores Alvaro Dias (PSDB) e Roberto Requião (PMDB).

O número

R$ 10,8 bilhões já foram pagos pelo governo do Paraná, desde 1999, da dívida do Banestado. Hoje, o saldo devedor, com juros e encargos, ainda está calculado em R$ 9,2 bilhões, apesar de a dívida original ser de R$ 5,2 bilhões. A previsão de fim do pagamento é maio de 2028.

Dengue aguda

O senador José Sarney (PMDB-AP) foi diagnosticado com dengue aguda. Ele também apresenta um quadro de pneumonia bacteriana e segue internado na Unidade Semi-Intensiva do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ainda não há previsão de alta. Sarney foi internado após passar mal durante a festa de casamento de uma das netas. O tratamento para a "infecção aguda no sistema respiratório" teve início em São Luís (MA) e o senador e recebeu alta no dia 31. Em seguida, foi transferido para o Hospital Sírio-Libanês.

Estado x município

Em nota, a prefeitura de Curitiba negou ontem que não tenha cumprido os prazos estabelecidos para a execução de convênios firmados com o governo do estado para a revitalização de ruas pavimentadas com antipó, como argumentou o Palácio Iguaçu na edição de terça-feira da Gazeta do Povo. Segundo a prefeitura, o governo sinalizou com a possibilidade de prorrogar os dois convênios, com um saldo de R$ 20 milhões. Ma em 8 de julho, a Secretaria Estadual de Infraestrutura teria informado que o governo não poderia celebrar o novo convênio devido a dificuldades financeiras.

Votação adiada

Pela segunda vez consecutiva, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado adiou a votação da proposta que determina a perda automática do mandato de parlamentares condenados por improbidade administrativa ou crimes contra a administração. Os membros da comissão pediram mais tempo para discutir mudanças no texto da chamada PEC dos mensaleiros, por isso adiaram sua análise para a semana que vem.

Plenário blindado

Depois de manifestações populares dentro da Câmara de São José do Rio Preto (SP), os vereadores da cidade querem instalar um vidro blindado no plenário para separar os parlamentares do público durante as sessões. O assunto ganhou repercussão nas redes sociais. "Queremos que a população venha, mas se mantenha ordeiramente na sessão, e a gente possa trabalhar", disse o presidente da Câmara, Paulo Pauléra.

Pinga-fogo

"Primeiro, eu queria te dizer que eu tenho muito respeito pelo ET de Varginha. E eu sei que aqui, quem não viu conhece alguém que viu, ou tem alguém na família que viu, mas de qualquer jeito eu começo dizendo que esse respeito pelo ET de Varginha está garantido."

Dilma Rousseff, em entrevista às rádios Vanguarda e Itatiaia, de Varginha (MG)

Colaboraram: Euclides Lucas Garcia e Chico Marés.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.