Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
 | André Gonçalves / Gazeta do Povo
| Foto: André Gonçalves / Gazeta do Povo

Três fatores chamaram a atenção na reunião dos cincos governadores do PSDB (foto) em Brasília, incluindo o paranaense Beto Richa e o paulista Geraldo Alckmin. O encontro foi uma prévia para a reunião com a presidente Dilma Rousseff (PT), no Palácio Alvorada. O primeiro deles foi o local para a reunião dos tucanos, o Escritório de Representação do Paraná em Brasília. O segundo foi a elaboração da pauta da reunião. Os governadores discutiram um documento feito pelo secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, que pedia a reforma do ICMS, transferências e repasses federais, receitas adicionais, entre outros. O terceiro fator foi a escolha do porta-voz do encontro, posto que ficou com Richa.

Ele não foi

Já o governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), enviou a vice para a reunião com a presidente Dilma Rousseff (PT). O tucano optou por participar da abertura do 16º Festival de Inverno de Bonito.

Ficou para Cármen 1

A ministra do Supremo Tribunal Federal Cármen Lúcia é a relatora da ação que questiona a nomeação de Maurício Requião para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná. O processo foi redistribuído logo após o ministro paranaense Luiz Edson Fachin se declarar na semana passada impedido de relatar o processo por “motivo de foro pessoal”, informa o jornalista André Gonçalves, do Blog Conexão Brasília.

Ficou para Cármen 2

A reclamação 9375 tramita no STF desde 2009, quando o hoje presidente da Corte, Ricardo Lewandowski, concedeu liminar que suspendeu a nomeação de Maurício para o cargo. A ação foi ajuizada por José Rodrigo Sade, com base na súmula vinculante número 13, que veda o nepotismo na administração pública. Na época, o governador do estado era Roberto Requião (PMDB), irmão mais velho de Maurício.

Punições

É evidente que jamais apertaria a mão dele [ Paulo Maluf] para qualquer acordo político, nem para ser presidente de time de botão.

José Luiz Datena, apresentador de tevê, rebatendo as críticas do deputado federal Paulo Maluf, cacique do PP. Datena deve disputar a prefeitura de São Paulo pelo partido.

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) propõe punições aos pais que não acompanharem o desempenho escolar dos filhos e não participarem de reuniões com professores. O relatório sobre a proposta está na pauta da Comissão de Educação, Cultura e Esporte da Casa. A informação é da Agência Senado.

Convidada

Ellen Gracie, ex-ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), foi convocada para compor a comissão que acompanhará as investigações em obras da Eletrobras, alvo da Operação Lava Jato.

Colaboraram: André Gonçalves e Bruna Maestri Walter.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]