Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
 | Arquivo/Gazeta do Povo
| Foto: Arquivo/Gazeta do Povo

Agenda

Hoje: O secretário de Planejamento e Administração de Curitiba, Fábio Scatolin, se reúne com a Comissão Especial do Metrô da Câmara de Curitiba, às 14 horas. Ele foi convidado a esclarecer o que foi feito pela prefeitura desde que a suspensão do processo licitatório foi levantada, em agosto do ano passado.

Amanhã: Duas PECs importantes deverão ir à votação em segundo turno na Câmara Federal: a PEC da Maioridade Penal, que reduz a maioridade de 18 para 16 anos em alguns crimes, e a PEC da Reforma Política, cujo último destaque (o financiamento de campanha) ficou pendente.

Quinta-feira: O Senado realizará uma sessão solene para homenagear o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos. Em 13 de agosto de 2014, Campos morreu em um acidente aéreo. Na época, ele era candidato à presidência da República.

A quebra de sigilo do e-mail de Julio César dos Santos, sócio minoritário da JD Consultoria, revelou que o ex-ministro José Dirceu (foto) coletava informações sobre pessoas ligadas ao PSDB. A informação consta em relatório da Polícia Federal encaminhado ao juiz Sergio Moro. Em um dos e-mails, um assessor do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo passa a Dirceu informações sobre Luiz Antonio Tavolaro, ex-diretor-jurídico da Dersa – empresa de economia mista ligada ao governo de São Paulo. Dirceu suspeitava que Tavolaro teria ocultado imóveis de Paulo Preto, também ex-diretor do Dersa, acusado pelo PT de ser operador de um suposto caixa-dois tucano nas eleições de 2010. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Investigada
A Corregedoria do Ministério Público deve abrir procedimento interno para investigar as circunstâncias do envolvimento da promotora Leila Shimiti, coordenadora do Gaeco, em um acidente de trânsito em Londrina, na noite no último sábado (8). Figura de destaque nas operações Publicano e Voldemort, Shmiti bateu em dois carros – ninguém se feriu. “A senhora Leila apresentava sinais de embriaguez como odor etílico, fala desconexa e afirmava estar vindo de uma festa na área rural”, diz trecho do boletim de ocorrência referente ao acidente.

Sem notícias
Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a presidente Dilma Rousseff tem mudado de hábitos durante a grave crise política que o país vive. Ela decidiu parar de ler jornais durante o café da manhã, hábito que sempre cultivou. Agora, cabe aos assessores trazer as notícias que podem lhe interessar. O mesmo receituário foi adotado pelo ex-presidente Lula, que declarou não ler jornais no auge do escândalo do mensalão, em 2005.

Feriram o patrimônio ético e moral, e a direção [do partido] tem de dizer isso. Falta dizer publicamente e pedir desculpas ao povo, e não às elites.

Olívio Dutra, ex-governador do Rio Grande do Sul e filiado ao PT.

Almoçando cedo
A Câmara de Curitiba vota nesta segunda-feira (10) uma alteração no seu regimento interno que permitirá que os vereadores saiam mais cedo da sessão sem receber falta. Hoje, os parlamentares têm que ficar até o final do grande expediente – horário de debates que ocorre após a votação dos projetos da ordem do dia. Pela proposta, para não receber desconto no salário, bastaria ficar até o encerramento das votações.

Colaboraram: Chico Marés e Marcelo Frazão, do Jornal de Londrina.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]