Paulo Salamuni (PV), vereador | Felipe Rosa/ Gazeta do Povo
Paulo Salamuni (PV), vereador| Foto: Felipe Rosa/ Gazeta do Povo
  • Marco Aurélio Mello, ministro do STF

Um almoço marcado para hoje deve reunir vereadores atuais e novatos que apoiam Paulo Salamuni (PV, foto) para a presidência da Câmara Municipal. Será uma possibilidade de fazer a primeira contagem de votos em favor de Salamuni. O candidato a presidente disse que, fora a base de apoio do prefeito eleito – formado por parlamentares do PV, PT e PDT –, não tem a confirmação de outros nomes realmente fechados a seu favor. Está tudo sendo costurado com calma e sem cantar vitória.

Gabinetes de canto

Os vereadores que assumirão uma cadeira pela primeira vez na Câmara Municipal de Curitiba ainda não tomaram posse e já iniciaram uma discussão com os veteranos. É que os novatos foram avisados de que os gabinetes de melhor localização estão sendo escolhidos pelos atuais vereadores que foram reeleitos, o que faz com que os recém-chegados fiquem com as sobras. Essa redistribuição fere um acordo de divisão dos gabinetes por meio de sorteio.

Homenagem

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, foi homenageado com uma faixa estendida no calçadão do Arpoador (zona sul do Rio de Janeiro) pela atuação como relator do processo do mensalão. O admirador anônimo parabenizou Joaquim "e demais ministros que o acompanharam" na condenação da maior parte dos réus. "O povo brasileiro tem orgulho da coragem e vontade de mudar este país", diz a faixa. Joaquim Barbosa, que tem um apartamento no Leblon e costuma fazer caminhadas na praia, passou o Natal no Rio e voltou ontem a Brasília para o plantão durante o recesso de fim de ano.

Em recuperação

O deputado es­tadual Toninho Wandscheer (PT) continua internado em observação e apresenta quadro estável, segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Nossa Senhora das Graças. Na semana passada, Wandscheer foi submetido a uma cirurgia para retirada de um coágulo na cabeça, identificado após o deputado reclamar de forte dor na região. Conforme o médico do deputado, ele foi submetido a uma tomografia de crânio ontem que mostra evolução satisfatória da cirurgia. Porém, o político ainda deve continuar internado no hospital nos próximos sete dias.

Justificativa

Termina hoje o prazo para que os eleitores que não votaram no segundo turno das eleições municipais deste ano justificarem a ausência nas urnas. A justificativa deve ser apresentada em qualquer cartório eleitoral do país. Para justificar o eleitor precisa preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral, que é obtido, gratuitamente, nos cartórios eleitorais. O documento também pode ser baixado em formato PDF no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em www.tse.jus.br.

Marco Aurélio contra-ataca

Após a publicação de artigo de Márcio Thomaz Bastos argumentando que a "tendência repressiva passou dos limites", o ministro do STF Marco Aurélio Mello (foto 2) disse que "não há risco de imaginarmos uma época de caça às bruxas". O ministro disse dar um "desconto grande" a Thomaz Bastos, por ele ter defendido um dos réus do mensalão: ex-vice-presidente do Banco Rural, José Roberto Salgado foi condenado a 16 anos de prisão. Thomaz Bastos atacou em artigo a possibilidade de "degeneração autoritária de nossas práticas penais".

Pinga-fogo

"Essas medidas colocam o Legislativo em situação constrangedora e abrem um precedente perigoso. Tornariam desnecessários a Constituição e o funcionamento da Comissão Mista de Orçamento."

Bruno Araújo (PE), líder do PSDB na Câmara Federal, reclamando da possibilidade de Dilma Rousseff editar uma medida provisória para assegurar os investimentos paralisados pela não votação do Orçamento de 2013.

Colaboraram: Chico Marés e Katna Baran.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]