Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), defendeu que o Congresso passe a analisar as contas do governo federal. Cunha disse que teve uma conversa preliminar com o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), para definir qual a melhor forma de fazer a votação: em sessão do Congresso ou apreciação em cada Casa Legislativa. “As instituições têm de funcionar. Se a nossa prerrogativa é analisar contas, que analisemos”, disse Cunha.

O peemedebista preferiu não comentar o posicionamento do TCU, mas lembrou que o tribunal foi criado como linha auxiliar do Parlamento. Cunha disse ainda que é obrigação constitucional do Congresso analisar as contas governamentais.

O deputado lembrou que há contas não apreciadas anteriores ao governo Dilma Rousseff, como os oito anos do governo Lula. Ele também questionou se contas dos governos Fernando Henrique Cardoso e Fernando Collor de Mello foram aprovadas pelo Parlamento. O peemedebista negou que sua intenção seja “atacar” o governo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]