i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Imbróglio

Decisão sobre a volta de Fabio Camargo ao TC é adiada de novo

É a terceira vez que o recurso de Camargo para voltar ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas deixa de ser analisado em sessão do Órgão Especial. Próxima sessão é em duas semanas

  • PorAmanda Audi e Katna Baran
  • 17/03/2014 13:58

Foi adiado, mais uma vez, o julgamento do recurso de Fabio Camargo para voltar ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Paraná (TC-PR). É a terceira vez que o recurso entra na pauta do Órgão Especial do Tribunal de Justiça (TJ-PR) e não é analisado. A próxima sessão acontece daqui a duas semanas.

O julgamento foi suspenso na sessão desta segunda-feira (17) porque o desembargador Luís Carlos Xavier, que pediu vista na última sessão, está de licença até o dia 20. Se na próxima sessão ele não comparecer ou não votar, o julgamento continuará independentemente do voto dele. Ainda assim, existe a possibilidade de outro desembargador pedir vista e o julgamento ser interrompido de novo.

O placar de votação, até o momento, está em 9 a 3 contra a volta de Camargo ao TC. O Órgão Especial tem 25 desembargadores. O recurso foi analisado pela primeira vez na sessão de 3 de fevereiro do Órgão Especial, e depois na do dia 17.

Imbróglio

O ex-deputado estadual Fabio Camargo foi eleito para o TC em votação na Assembleia Legislativa em julho de 2013. A escolha dele foi contestada na Justiça pelo empresário Max Schrappe, um dos concorrentes à cadeira do tribunal.

Em novembro, o TJ, em caráter liminar, acatou o mandado de segurança do empresário e afastou Camargo do cargo por entender que a eleição dele não havia obedecido a todos os trâmites legais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.