Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Vida Pública
  3. Deputado federal Moacir Micheletto morre em acidente de carro

Paraná

Deputado federal Moacir Micheletto morre em acidente de carro

Acidente ocorreu na tarde desta segunda-feira, quando o deputado e vice-presidente da Faep bateu o carro de frente contra uma caminhonete, entre Assis Chateaubriand e Foz

  • Vitor Geron e Euclides Lucas Garcia
  • Atualizado em às
Foto do deputado no Plenário da Câmara, em 2009 |
Foto do deputado no Plenário da Câmara, em 2009
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O deputado federal pelo Paraná Moacir Micheletto (PMDB), de 69 anos, morreu por volta das 16h15 desta segunda-feira (30) em um acidente de carro na PR-239, entre Toledo e Assis Chateaubriand. Ele estava sozinho no veículo, um Toyota Corolla, e bateu de frente com uma caminhonete Toyota Hilux.

Micheletto exercia o sexto mandato na Câmara. Aos 69 anos, deixa esposa e três filhos. Quem deve assumir o cargo de deputado federal é Odílio Balbinotti, também do PMDB.

IMAGENS: Veja fotos de Moacir Micheletto na Câmara dos Deputados

MAPA: Veja a localização aproximada do ponto do acidente

HOMENAGENS: Temer deve acompanhar velório; Richa decreta luto

PERFIL: Deputado era ligado à agricultura e representava o Oeste do estado

Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o acidente ocorreu no quilômetro 588 da rodovia. Os dois ocupantes da caminhonete - Edward Victor Aleixo, 23 anos, e Andreisson Aneli, 21 anos - ficaram feridos. Aleixo foi encaminhado com ferimentos moderados ao Hospital de Toledo. Aneli seguiu a um hospital de Assis Chateaubriand, com ferimentos leves.

De acordo com a PRE, o carro do deputado seguia no sentido Assis Chateaubriand. A assessoria do deputado, porém, informou que o acidente ocorreu quando Micheletto seguia do município de Assis Chateaubriand para Tupãssi, onde tem um sítio.

Ainda segundo a assessoria, o deputado dirigia o veículo e estava sozinho no momento do acidente. Apesar de contar com um motorista particular, ele teria dispensado o serviço nesta segunda-feira e, por isso, conduzia o carro.

Temer e Richa devem acompanhar velório

O presidente da República em exercício, Michel Temer (PMDB), confirmou que virá ao Paraná nesta terça-feira (31) para acompanhar o velório do parlamentar, que será realizado no salão paroquial Nossa Senhora do Carmo, em Assis Chateaubriand, da noite desta segunda-feira até as 17h de terça-feira (31). O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), também confirmou presença.

Richa ainda decretou luto oficial de três dias no estado pela perda de Micheletto. “Em nome do governo e da sociedade paranaense transmito sinceras condolências à família. O deputado era um homem do campo, que se radicou no interior do Paraná e sempre defendeu a agricultura do nosso Estado”, disse Richa à Agência Estadual de Notícias (AEN), órgão oficial de comunicação do governo do estado.

O ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho (PMDB); e líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), também estarão presentes na cerimônia de velorio, que deve ocorrer em Assis Chateaubriand, onde Micheletto morava. O enterro vai ocorrer no Cemitério de Toledo, às 17h30.

Perfil

Nascido em Xanxerê, Santa Catarina, no ano de 1942, Micheletto morou em Toledo, mas foi estudar Agronomia na Universidade de Passo Fundo (RS), pela qual se formou em 1972. No ano seguinte, ele foi morar na cidade de Assis Chateaubriand, no Oeste do estado. No município ele passou a desempenhar atividades ligadas à agricultura e realizou diversos cursos e treinamentos na área.

Antes de ser deputado, Micheletto trabalhou por 18 anos na Emater e desempenhou funções de chefia em associações de agrônomos, cooperativas e companhias agrícolas. De 1993 a 1999, foi vice-presidente da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep).

Em 1991, Micheletto assumiu o primeiro mandato como deputado federal. Reeleito, ele desempenhou funções como a de Presidente da Subcomissão Permanente para tratar da política Agropecuária da Câmara dos Deputados.

Micheletto era filiado ao PMDB desde 1982 e exercia o sexto mandato como deputado federal. Reeleito em 2010, o mandato iniciado no ano passado terminaria em 2015.

Micheletto era casado com Diolinda Salete, com quem teve três filhos: Marcel Henrique, 32 anos; Leonardo Augusto, 27; e Ana Letícia, 25.

Veja o mapa com a localização aproximada do ponto do acidente

Visualizar Local do acidente do deputado Moacir Micheletto em um mapa maior

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE