No momento de maior distanciamento entre o Palácio do Planalto e o PT desde as eleições de 2010, a presidente Dilma Rousseff cancelou sua participação na abertura do 5º Congresso do partido, nesta quinta-feira (11), em Salvador, e irritou dirigentes petistas.

O esforço do comando da sigla e do ex-presidente Lula para tentar acalmar os ânimos de setores da legenda, que preparam críticas diretas à política econômica e à atuação da presidente, foi considerado “em vão” com a mudança de roteiro. Dilma viajou para a Bélgica na manhã desta terça-feira (9) e a previsão era a de que voltasse ao Brasil para a abertura do congresso petista ao lado de Lula. O retorno, no entanto, foi marcado para a madrugada de sexta (12), inviabilizando o plano.

Até a noite de segunda (8), a cúpula do PT ainda contava com a presidente na abertura do congresso. Agora, a expectativa dos petistas é de que a presidente Dilma compareça ao encerramento do congresso, no sábado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]