Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

A presidente Dilma Rousseff foi vaiada na sexta-feira (23), durante a abertura dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas em Palmas, no Tocantins. Devido ao atraso no início da cerimônia, uma parte da plateia começou a pedir que o evento começasse enquanto outro gritava o nome de Dilma. Logo em seguida, esse coro foi abafado por uma vaia. Após o episódio, o cerimonialista pediu respeito às autoridades presentes no evento e disse que o local não era um “comício”. Dilma tem uma relação de pouca proximidade com a causa indígena. Levando em consideração os dados do primeiro mandato da petista, ela foi a presidente que menos delimitou terras indígenas desde 1985. Durante a cerimônia de abertura, Dilma ouviu cobranças de lideranças do setor. Eles pediram a ela que não permitisse a aprovação da PEC 215, que transfere da União para o Legislativo a prerrogativa da demarcar territórios de etnias. Também denunciaram o que classificaram de extermínio do povo guarani-kaiowá.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]