i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Notas Políticas

Dilma no ataque

  • Pornotaspoliticas@gazetadopovo.com.br
  • 18/04/2014 21:13
Dilma Rousseff, presidente | Ueslei Marcelino/Reuters
Dilma Rousseff, presidente| Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Pinga-fogo

"Se as curvas das pesquisas nacionais continuarem como estão, o jogo vai terminar em 0x0."

João Arruda, deputado federal (PMDB-PR), sobre as pesquisas e as eleições de outubro.

  • João Arruda, deputado federal

A presidente Dilma Rousseff (foto) colocou em prática a sugestão dada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de responder aos ataques da oposição. A tática do "bateu, levou", segundo o jornal Folha de S. Paulo, seria uma contraofensiva para barrar os ataques do PSDB, DEM, PPS e PSol. O bloco de oposição tem utilizado a Petrobras e a Operação Lava Jato para minar o governo. Em uma conversa reservada com Dilma há duas semanas, Lula listou outras providências para reverter queda nas pesquisas e melhorar a avaliação do governo. Duas delas: resolver problemas no programa Minha Casa Minha Vida e adotar uma ofensiva para resgatar o apoio da população à Copa.

Denise candidata

O nome de Denise Abreu, ex-diretora da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) à época do acidente do avião da TAM no Aeroporto de Congonhas, em 2007, aparece na última pesquisa Ibope para presidente da República. Denise aparece com 1% das intenções de voto. Seu melhor resultado é na Região Sul, onde ela tem 2% das intenções de voto. A pesquisa está registrada no TSE com o protocolo BR-00078/2014. A margem de erro é de dois pontos porcentuais. Denise, que é filiada ao PEN, tem utilizado as redes sociais para dar opiniões políticas. Ela também tem gravado vídeos ao lado de personalidades como o músico Lobão e o filósofo Olavo de Carvalho. O PT e o governo de Dilma Rousseff são os principais alvos de Denise.

Aliás...

No começo do mês, a Procuradoria da República pediu pena de até 24 anos de prisão para Denise e para o ex-diretor da TAM Marco Aurélio Miranda. Eles são apontados como responsáveis pelo acidente aéreo que provocou a morte de 199 pessoas.

De volta ao Palácio

O Palácio Rio Branco volta a sediar, na próxima terça-feira, as sessões plenárias da Câmara Municipal de Curitiba. Além da restauração do edifício, as novidades são as cinco câmeras digitais para a transmissão ao vivo pela internet e o novo sistema de som, além do mobiliário. O sistema eletrônico de presença e votação já foi implantado e passará por uma fase de testes, com o treinamento dos vereadores.

Na poltrona

O Tribunal de Justiça abre no dia 29 os envelopes de uma licitação para registro de preços de poltronas, sofás e longarinas. Pelo edital, o Judiciário está disposto a gastar até R$ 3,8 milhões com a compra.

Fora do ar

O site do Senado ficará fora do ar durante todo o feriado de Páscoa e só poderá ser acessado na quarta-feira (23). A informação no site é que "os serviços de internet ficarão suspensos" até 0h01 do dia 22, "por motivo de manutenção elétrica programada". O site da Câmara dos Deputados ficará no ar, mas sem novidades: a última atualização foi às 21h29 de quinta-feira.

Peixe fora da água

A morte do empresário Henry Maksoud (vítima de câncer, aos 85 anos em São Paulo) repercutiu nas redes sociais. Liberais brasileiros lembraram da trajetória de Maksoud, crítico contumaz do tamanho do estado e da intromissão estatal. Em um dos posts no Twitter, Maksoud é descrito como um peixe fora da água em uma época de capitalistas dependentes do BNDES e dos favores da União, como Eike Batista.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.