i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Suposta ligação

Diretor dos Correios tem relação com empresa ligada à estatal, diz jornal

Eduardo da Silva presidia empresa que venceu pregão de R$ 44,9 milhões. Ao assumir cargo na estatal, ele deixou o comando da empresa para a filha

  • PorG1/Globo.com
  • 29/08/2010 13:04

Reportagem publicada pelo jornal "O Estado de S.Paulo" neste domingo (29) indica supostas ligações entre o diretor de Operações dos Correios, Eduardo Arthur Rodrigues da Silva, com uma empresa que presta serviço para a estatal. De acordo com a reportagem, o novo diretor era presidente de uma empresa de mala postal chamada Master Top Linhas Aéreas (MTA). Antes da sua nomeação nos Correios, a empresa venceu um pregão eletrônico para prestar serviços à estatal no valor de R$ 44, 9 milhões. O G1 entrou em contato com a assessoria dos Correios e aguarda retorno.

Segundo a reportagem, ao ser nomeado, Silva passou o comando da MTA para uma das suas filhas, Tatiana Silva Blanco. O serviço prestado pela empresa ligada à família do novo diretor é considerada estratégica para os negócios dos Correios, representando 13% do valor total da malha e 14% da capacidade de carga contratada. A empresa é responsável por uma das principais linhas da estatal, a linha 12, que opera o trecho Manaus-Brasília-São Paulo.

Silva, que é conhecido como "coronel Arthur" ou "coronel Quaquá", assumiu a direção de Operação dos Correios após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva exonerar, no último dia 28 de julho, a direção da estatal. A decisão de demitir os dois executivos atendeu a uma recomendação da Casa Civil e do Ministério do Planejamento, incumbidos por Lula de elaborar um plano para recuperar a arrecadação dos Correios. Em 2009, a estatal registrou queda nos lucros. Uma das missões de Silva no cargo é o plano de reestruturação da estatal, e que inclui a criação de uma subsidiária com aviões para transportar a carga especial da encomendas.

Ao jornal, o chefe do departamento de Relacionamento Institucional dos Correios, Mário Renato Borges da Silva, disse desconhecer qualquer ligação do diretor de Operação com a Master Top, bem como a origem da indicação. "O corpo técnico da empresa não se envolve com isso, porque é indicação presidencial. Se houver alguma ligação [com a empresa aérea], foge a nossa capacidade", disse o diretor ao jornal.

Ainda de acordo com a reportagem, antes de Silva assumir a direção da Operação dos Correios, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) anunciou a suspensão da cerificação da MTA, empresa que era presidida por Silva. A empresa havia sido multada por excesso de trabalho dos tripulantes e teve o certificado de homologação de empresa aérea suspenso pela Anac. Segundo o jornal, a suspensão foi retirada pela Anac no dia 27 de julho, véspera do anúncio da indicação de Silva para a direção dos Correios. A Anac aceitou uma mudança na escala de trabalho dos funcionários e liberou a empresa para retomar os voos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.