Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Vida Pública
  3. Eleições
  4. 2010
  5. Em inauguração, Lula tenta neutralizar presença de Serra

Campanha

Em inauguração, Lula tenta neutralizar presença de Serra

Presidente visita câmpus do Instituto Federal do Paraná em Telêmaco Borba, que funciona há sete meses, na mesma hora em que tucano participa de caminhada em Londrina

  • Heliberton Cesca e Maria Gizele da Silva, da sucursal
Câmpus do IFPR em Telêmaco Borba, que será inaugurado hoje por Lula: aulas começaram em 29 de março |
Câmpus do IFPR em Telêmaco Borba, que será inaugurado hoje por Lula: aulas começaram em 29 de março
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Curitiba e Ponta Grossa - A presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva hoje, na inaguração dos quatro câmpus do Instituto Federal do Paraná (IFPR) – Telêmaco Borba, Umu­­­arama, Paranavaí e Jacarezinho –, deve ocorrer ao mesmo tempo em que o candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, fará campanha em Lon­­drina, no Norte do estado. O presidente descerra uma placa às 16 horas em Telêmaco Borba, a 196 km de Londrina, e simbolicamente inaugura os outros três câmpus. As quatro unidades já funcionam: em Telêmaco Borba, por exemplo, as aulas começaram há sete meses. A cerimônia de inauguração foi confirmada pelo Ministério da Educação.

O evento seria uma forma de evitar que Serra domine o noticiário político paranaense no fim de semana, já que no mesmo horário o tucano participará de uma caminhada ao lado do governador eleito Beto Richa (PSDB) em Londrina. No primeiro turno das eleições, Serra venceu no Paraná: teve 43,94% dos votos, 296 mil a mais que a presidenciável do PT, Dilma Rousseff, que ficou com 38,94%. O tucano venceu em oito regiões do estado, e a petista em três.

No início da semana estava previsto para hoje um comício de Dilma em Londrina, mas a agenda foi cancelada. Ela deverá visitar Maringá no dia 22. A coordenação da campanha teria definido que Lula e Dilma visitarão lugares diferentes, para aumentar a abrangência da campanha. Eles pediriam votos em diferentes regiões.

Segundo o presidente do PT no Paraná, deputado Ênio Verri, houve uma coincidência. “Não acredito nisso [estatégia de campanha]. Você estaria comparando o presidente que tem 80% de aprovação com um candidato”, disse o deputado estadual . Ele disse que o comício de Dilma em Londrina foi cancelado para organizar melhor a militância para o dia 22.

A presença de Serra em Londrina foi anunciada na sexta-feira. Três dias depois, na segunda-feira, a assessoria da Presidência entrou em contato com a reitoria do IFPR para organizar a inauguração. “Na segunda-feira eles [assessores da presidência] entraram em contato para saber se nós conseguiríamos fazer a inaugração”, disse o reitor em exercício do IFPR, Luiz Gonzaga Alves de Araújo. O evento foi marcado no dia seguinte ao debate de domingo, na TV Band, quando os presidenciáveis discutiram sobre o ensino técnico no país.

Em funcionamentoOs quatro câmpus do IFPR que serão inaugurados por Lula funcionam desde o primeiro semestre. Em Telêmaco Borba são ofertados quatro cursos para cerca de 160 alunos. As aulas começaram em 29 de março. Os 160 alunos dos três cursos de Umuarama estudam desde 24 de maio. Já em Paranavaí são 160 estudantes em três cursos, iniciados em 2 de agosto. Os cursos em Jacarezinho também já começaram. A cerimônia de inauguração coincide com a defesa da ampliação do ensino profissionalizante por Dilma.

A cientista política e professora da Universidade Federal do Paraná Luciana Veiga avalia que o ato poderá ser positivo para a Dilma se o presidente fizer menção à candidata, que já explorou o tema no horário eleitoral. “A inauguração é uma prestação de contas do presidente, mas é claro que tem que se observar um possível uso da máquina.”

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE