i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Acidente

PSB dará explicações sobre avião de Campos até amanhã, diz Marina

Polícia Federal investiga o uso da aeronave e a possibilidade dela ter sido comprado por meio de caixa dois empresarial ou do partido

  • PorFolhapress
  • 25/08/2014 13:58

Candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva falou pela primeira vez nesta segunda-feira (25) sobre a polêmica que envolve o jato utilizado por Eduardo Campos na quarta-feira (13), dia do acidente que matou o ex-governador de Pernambuco e outras seis pessoas. Segundo a ex-senadora, o PSB "está juntando as informações e, entre hoje e amanhã, estará dando as explicações necessárias".

● Leia a cobertura completa da morte de Eduardo Campos

A Polícia Federal investiga o uso da aeronave e a possibilidade dela ter sido comprado por meio de caixa dois empresarial ou do partido. O avião também não aparece na primeira prestação de contas da campanha do PSB ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Em visita à 23ª Bienal do Livro, em São Paulo, Marina disse que, além das explicações legais sobre o uso do jato, o PSB "tem a preocupação de que os esclarecimentos sobre as razões do acidente sejam dados".

"Queremos que sejam dadas as explicações de acordo com a materialidade dos fatos e, para termos a materialidade dos fatos, é preciso que haja tempo necessário para que essas explicações tenham as devidas bases legais", disse a presidenciável.

O PSB contratou um escritório de advocacia para cuidar do caso e, até agora, nenhum integrante do partido, nem mesmo Marina, deu explicações claras sobre o assunto.

Resposta oficial

O candidato a vice na chapa do PSB à Presidência, deputado Beto Albuquerque (RS), é quem tem se escalado desde sexta-feira (22) para responder às questões sobre o jato. Ao lado de Marina, costuma repetir que o partido "está juntando as informações necessárias".

Nesta segunda (25) não foi diferente. Albuquerque disse que "preferia responder [a pergunta sobre o uso do avião] porque essa é uma responsabilidade do partido". Marina apenas assentiu e deu lugar ao vice diante das câmeras. No entanto, acabou questionada pelos jornalistas para que fosse ela quem desse a palavra final.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.