O Ministério Público do Paraná (MP-PR) anunciou nesta terça-feira (8) que vai investigar a contratação de um piloto de avião realizada pelo gabinete do deputado estadual Valdir Rossoni (PSDB). Apesar do serviço particular, por pelo menos dois anos, Marcelo Venâncio Brito foi funcionário comissionado do Legislativo. Na segunda-feira (7), o parlamentar demitiu o piloto.

Segundo o MP, a Promotoria de Justiça de Proteção do Patrimônio Público de Curitiba instaurou um inquérito civil para apurar o caso. O órgão também informou que na investigação foram incluídas outras acusações de contratações de funcionários fantasmas ligados a Rossoni.

A denúncia envolvendo o piloto surgiu em uma reportagem publicada no último domingo (6) pelo jornal Folha de Londrina. Além de estar lotado no gabinete, Brito também trabalhava na empresa do deputado: a Indústria Comércio Madeiras e Compensados Rossoni, com sede em Bituruna, no Sul do estado

Depois de demitir o funcionário, o presidente estadual do PSDB declarou que não via nenhum problema na situação. "Não há irregularidade nisso, mas me sinto melhor demitindo ele do que ficar tendo que dar explicação", disse o deputado por telefone à Gazeta do Povo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]