O Ministério do Planejamento divulgou nesta quinta-feira (30), antecipadamente, o orçamento das empresas estatais federais. Pelos dados divulgados, as empresas vão investir em 2013 R$ 110 6 bilhões. Deste total, o grupo Petrobras vai investir R$ 89,3 bilhões no País e no exterior, sendo que a holding Petrobras SA participará com R$ 63,4 bilhões. O grupo Eletrobras vai desembolsar R$ 10,1 bilhões em 2013, com destaque para as empresas Eletronuclear e Chesf, com R$ 3,1 bilhões e R$ 1,9 bilhão, respectivamente.

A Infraero contará com orçamento de R$ 1,5 bilhão e a Companhias Docas pretende investir R$ 1,4 bilhão no ano que vem. O Banco do Brasil, pela proposta orçamentária, vai investir R$ 3 1 bilhões, e a CEF, R$ 2,3 bilhões. O Planejamento informou que estão previstos outros investimentos menores que não foram especificados.

Petrobras

A proposta de Orçamento para 2013, enviada nesta quinta-feira ao Congresso Nacional, prevê investimentos do grupo Petrobras de R$ 89,3 bilhões. Desse total, segundo o Ministério do Planejamento, R$ 50,7 bilhões são para a área de exploração e produção, R$ 24 1 bilhões para refino e R$ 5,9 bilhões para abastecimento, comercialização e transporte de petróleo e gás natural. No setor de petroquímica, serão investidos R$ 6,4 bilhões, enquanto na área de distribuição de derivados serão aplicados R$ 1 bilhão.

Na área de geração de energia elétrica, ainda dentro do grupo Petrobras, serão gastos R$ 886,6 milhões, e no setor de biocombustíveis e outras fontes renováveis de energia, o investimento será de R$ 193,7 milhões. Ainda de acordo com o Ministério do Planejamento, do total de investimentos previsto para o grupo Petrobras, R$ 67,4 bilhões estão dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Os recursos também são divididos em operação no Brasil, que somam R$ 78,812 bilhões, e no exterior, R$ 10,491 bilhões.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]