A Justiça Federal e os Tri­­bunais Estaduais julgaram, juntos, mais de 74 mil processos relacionados à corrupção nos sete primeiros meses de 2014, de acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Os dados, divulgados na última quarta-feira pelo CNJ, dizem respeito ao cumprimento da meta 4, que busca julgar com mais rapidez os casos que envolvem denúncias de corrupção.

A meta estabelece que os tribunais identifiquem e julguem até o último dia do ano ações de improbidade administrativa e ações penais relacionadas a crimes contra a administração pública.

O balanço divulgado mostra apenas alguns estados da federação – as informações do Tribunal de Justiça do Paraná não estão nos números. Os dados de cumprimento da meta 4 até setembro deste ano devem ser divulgados no próximo mês.

Entre os que chegaram mais próximos à meta, o destaque foi o Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), que abrange os estados da região Sul. Nos primeiros sete meses de 2014, o Tribunal julgou 8.196 ações – 2.149 delas resultaram em condenações. Com o resultado, o tribunal cumpriu pouco mais de 85% da meta em relação às ações ajuizadas até 2011 e ultrapassou a meta para os processos de 2012.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]