Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Ivonaldo Alexandre/ Gazeta do Povo
| Foto: Ivonaldo Alexandre/ Gazeta do Povo

As condenações do ex­prefeito de Almirante Ta­­mandaré Vilson Goinski (PMDB) e do candidato que ficou em segundo lugar nas eleições mais recentes, Gerson Denilson Colodel (PMDB), foram revogadas por decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE). Com isso, Colodel voltou a ficar apto a assumir a prefeitura, caso haja cassação do atual prefeito, Aldnei Siqueira (PSD), que também enfrenta ação na Justiça. Cabe recurso da decisão.

Colodel e Goinski respondem a um processo no qual são acusados de terem cometido irregularidades durante o período eleitoral de 2012. Colodel e seu candidato a vice, Walter Ortiz de Camargo, tinham sidos declarados inelegíveis em uma ação na qual constam outros dois réus: o ex-prefeito Goinski e o funcionário público da prefeitura Alessandro de Lara.

Uma faixa de propaganda da candidatura de Colodel teria sido colocada no terreno prefeitura, o que configuraria propaganda eleitoral em bem público. Placas com o anúncio de realizações da gestão municipal também teriam sido colocadas em diversos locais na cidade e serviriam como propaganda indireta de Colodel. Por fim, outra irregularidade seria o trabalho de Lara, durante o horário do expediente, no comitê de campanha de Colodel. O TRE rejeitou esses aspectos e decidiu pela reversão da condenação de primeira instância.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]