O PP indicou ontem o nome do atual vice-presidente de governo da Caixa Econômica Federal (CEF), Gilberto Magalhães Occhi, como novo ministro das Cidades. Ele substitui Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), que deve deixar a pasta nos próximos dias para disputar uma vaga à Câmara dos Deputados na eleição de outubro.

A cúpula do PP foi chamada ao Palácio do Planalto para ajudar o governo a evitar derrotas no Congresso e recebeu a garantia de que o Ministério das Cidades seguirá sob comando do partido. Em reunião com o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, escalado pela presidente Dilma Rousseff para debelar a crise da base aliada no Legislativo, os líderes do PP foram informados que Dilma deveria acertar a substituição de Ribeiro até no máximo o início da próxima semana.

O nome preferido da presidente para o ministério era o do presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI). A intenção era amarrar definitivamente o apoio do partido à sua candidatura à reeleição, garantindo o tempo de tevê da sigla aliada. O senador, contudo, disse que não poderia aceitar porque precisa trabalhar na eleição para reforçar seu partido.

O nome de Occhi foi apresentado em encontro no Palácio do Planalto entre Ciro Nogueira e Aloizio Mercadante. Uma decisão sobre a indicação deve ocorrer apenas após a presidente Dilma Rousseff retornar de viagem ao Chile.

Perfil

Gilberto Occhi não é filiado ao PP, mas é considerado um nome técnico e já tinha assumido a vice-presidência de governo da Caixa Econômica por indicação do partido. Ele nasceu em Ubá (MG) e se formou em Direito. De perfil técnico, tem pós-graduação nas áreas de finanças, mercado financeiro e gestão empresarial. Funcionário de carreira da CEF, ele já ocupou o cargo de Superintendente Nacional da Região Nordeste em 2011.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]