i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Eleições 2014

Ministros usam aviões oficiais para entrega de obras e pré-campanha

Jatos da FAB levam pré-candidatos às suas bases eleitorais. Gleisi intensificou as viagens

  • PorAgência O Globo
  • 30/11/2013 21:16
Gleisi Hoffmann em visita à Lapa para a entrega de máquinas e caminhões: intensificação das viagens pelo interior do Paraná | André Rodrigues/ Gazeta do Povo
Gleisi Hoffmann em visita à Lapa para a entrega de máquinas e caminhões: intensificação das viagens pelo interior do Paraná| Foto: André Rodrigues/ Gazeta do Povo

179 caminhões foram entregues por Gleisi Hoffman e Dilma Rousseff no dia 4 de outubro, na região Noroeste do Paraná.

outro lado

Viagens para entregar obras é parte da função de ministro, justifica Gleisi

Os ministros negaram que estejam usando os jatinhos da Força Aérea com o objetivo de visitar seus estados para fazer campanha. A assessoria da ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, declarou que ela esteve no Paraná para representar a presidente Dilma Rousseff em eventos oficiais. Por meio da assessoria, Gleisi disse que "fazer entregas de equipamentos e obras de programas de governo é parte das atribuições dos ministros, inclusive da Casa Civil, que coordena implantação e execução de muitos programas".

O Ministério do Desenvolvimento informou que Fernando Pimentel segue as regras para o uso das aeronaves da FAB. O Ministério da Saúde informou que a agenda de Alexandre Padilha não é pautada por diretrizes político-partidárias, nem eleitorais. "O ministro cumpre extensa agenda de trabalho, com acompanhamento e monitoramento dos programas e ações desenvolvidos pelo Ministério da Saúde. Além disso, vistoria o andamento de obras e acompanha a execução dos programas federais para a Saúde em unidades de saúde em todos os estados brasileiros", informou a assessoria de Padilha.

Nas asas dos jatinhos da Força Aérea Brasileira (FAB), ministros que serão candidatos no ano que vem percorrem suas bases eleitorais num misto mal-disfarçado de trabalho com campanha antecipada. Quando não estão viajando, os auxiliares diretos da presidente Dilma Rousseff abrem suas agendas em Brasília para receber líderes políticos locais, já interessados nos dividendos em 2014.

De todos os ministros candidatos, a maior ofensiva tem sido da ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffman, que enfrenta dificuldades para emplacar sua candidatura contra o governador tucano Beto Richa, no Paraná.Ela intensificou as viagens para a entrega de unidades do programa Minha Casa Minha Vida e de caminhões e retroescavadeiras a prefeitos do interior por meio do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC2).

Na penúltima semana de novembro, por exemplo, Gleisi e o vice-presidente da Câmara dos Deputados, André Vargas (PT-PT), fizeram uma propaganda maciça, nas redes sociais, sobre uma nova rodada de entrega de máquinas e caminhões em cidades do interior, realizada no sábado da semana passada, dia 23. No dia 9 de novembro, Gleisi fez novamente um ato com prefeitos de Londrina, com Vargas e Zeca Dirceu (PT-PR). À FAB, ela requisitou um jatinho para duas pessoas.

Em 4 de outubro, Gleisi viajou ao Paraná duas vezes com Dilma para entregar 179 caminhões, retroescavadeiras e motoniveladoras e anunciar bondades do governo. E não é só em viagens e eventos públicos no estado que Gleisi tem participado de atos com conotação político-eleitoral. No gabinete da Casa Civil também recebe uma romaria de prefeitos e políticos locais .

A ministra mantinha agenda discreta de candidata até outubro. Os voos solicitados por ela à FAB, até aquele período, tinham Curitiba como destino, onde ela reside. Porém, em novembro ela começou a circular mais pelo Paraná.

Gleisi é seguida nessa lista pelos ministros da Saúde, Alexandre Padilha, pré-candidato do PT ao governo paulista, e o da Indústria, Desenvolvimento e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, escalado para concorrer ao governo de Minas Gerais.

Executor do programa-vitrine com o qual Dilma quer alavancar sua reeleição, o Mais Médicos, o ministro da Saúde também tem mantido uma intensa agenda de viagens. No dia 27 de outubro, Padilha requisitou um jatinho para ir de São Paulo a Recife, com equipe de assessores e fotógrafo, para receber mais uma leva de médicos estrangeiros; depois voltou a São Paulo, também em aeronave da FAB — o que é legal. Na véspera, viajara de Brasília a Goiânia, para recepcionar outros médicos.

Até mesmo ministro que não tem o que entregar também visita bases eleitorais. Caso de Fernando Pimentel, que substituiu Dilma na entrega de máquinas do PAC2 a prefeitos mineiros. Em 18 de outubro, ele foi a Juiz de Fora, Montes Claros, Paracatu e Belo Horizonte, onde mora. Ainda em outubro, Pimentel esteve em Uberaba, onde entregou caminhões e tratores. Em 20 de novembro foi a Governador Valadares, para entregar 70 máquinas retroescavadeiras no Vale do Rio Doce.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.