i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Congresso

Na volta do recesso, parlamentares devem derrubar vetos de Dilma

  • 27/07/2013 21:21

O Palácio do Planalto se prepara para uma crise anunciada com o Congresso, com perspectiva de derrota política para o governo, na terceira semana de agosto, quando deverão ser derrubados vetos feitos pela presidente Dilma Rousseff em julho em leis aprovadas pelos parlamentares. Nas contas do governo e dos parlamentares, pelo menos dois vetos têm unanimidade para serem derrubados: o que protegia as receitas de estados e municípios de reduções de impostos por conta das desonerações tributárias promovidas pela União na nova lei do Fundo de Participação dos Estados (FPE); e o que permite aos taxistas passar suas licenças a familiares. O veto aos taxistas irritou o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), que tomou a proposta como bandeira. Os parlamentares avaliam que a presidente Dilma não percebeu o posicionamento do Congresso de adotar, a partir de agora, uma sessão mensal para a apreciação dos vetos presidenciais. Renan "salvou" o governo ao cancelar quase 1.600 vetos antigos, colocando na geladeira os chamados vetos-bomba, como o que trata do fim do fator previdenciário. Mas avisou que, a partir de agora, todos os vetos serão votados pelo Congresso. Os que não forem votados 30 dias após a publicação passam a trancar a pauta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.