Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | AFP
| Foto: AFP
  • Foto 2

Se o presidente Lula tinha dúvidas sobre o fim do ciclo de fama, assédio e gostinho do poder, não deve ter mais depois da reunião do G-20, que terminou sexta-feira, em Seul. Ao seguir pelo tapete vermelho estendido até a saída do hotel onde estava, em companhia da presidente eleita, Dilma Rousseff, Lula não foi importunado uma única vez pelos repórteres de plantão; Dilma sim. E a primeira pergunta foi exatamente sobre como ela vai se comportar daqui para frente, sabendo que terá o assédio constante por parte da mídia e do público e falta de privacidade na nova vida que começa. Enquanto um acanhado Lula esperava pacientemente um pouco recuado, Dilma disse que não terá problemas em se acostumar com o aparato de seguranças e outros funcionários a serviço de quem está à frente do poder. "Vai ser inexorável."

Número

R$ 155,2 milhões

É o valor do repasse que os municípios paranaenses vão receber no próximo dia 10, referente ao aumento de 1% do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O repasse extra foi uma das conquistas do movimento municipalista liderado pela CNM, que reivindicou o aumento para que as prefeituras tenham mais facilidade para cumprir o pagamento do 13º salário dos servidores, por exemplo.

Três anos depois...

A ação que apura a denúncia do mensalão – esquema de pagamento de propina para parlamentares revelado em 2005 –, completou sexta-feira três anos de tramitação no STF. Centenas de andamentos processuais movimentaram o gabinete do relator Joaquim Barbosa, mas o desfecho para o caso ainda está distante do fim. O que tem atrapalhado o andamento do processo é o número de pessoas envolvidas, além de testemunhas de defesa e acusação. São 38 réus, defendidos por dezenas de advogados, inseridos em um processo de cerca de 40 mil páginas.

Ah, bom

Os vereadores de Curitiba não faltaram uma única vez sem justificativa nas primeiras duas semanas de novembro. A informação consta do relatório divulgado pelo site oficial da instituição. Há uma curiosidade, porém. Há 32 faltas registradas no mesmo período. É que, de acordo com o Legislativo, absolutamente todas eram justificadas.

Promovidos

Dois vereadores de Curitiba estão sendo "promovidos" nesta semana. Tito Zeglin (PDT) assume temporariamente a prefeitura a partir de terça, em função da viagem de Luciano Ducci à Itália. Primeiro vice-presidente, ele só fica no cargo porque o presidente, João Claudio Derosso (PSDB), acompanha Ducci. Enquanto isso, na Câmara, o vereador Zé Maria fica na presidência temporariamente. Tudo volta ao normal no dia 23.

"Confie!"

O deputado federal Indio da Costa (DEM-RJ, foto 2), candidato derrotado a vice-presidente na chapa de José Serra (PSDB), é um dos democratas que não quer nem saber de ouvir sobre a fusão com o PMDB. O tema foi lançado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), que cogitou ainda uma unificação com o PP. "Esquece o PMDB. O DEM vai ser reestruturado. Confie!!", disse ele na sua página no twitter.

Pinga-fogo

"Acho que a reforma política precisa ser feita porque há pelo menos duas décadas o assunto está na ordem do dia. Isso provoca uma certa insatisfação no eleitor porque ele acredita que seu voto pode se transformar em providências concretas e isso nem sempre acontece."

Marco Maciel, senador (DEM-PE), defendendo que a reforma política deva ser um item fundamental para a próxima legislatura do Congresso.

Colaborou Rogério Waldrigues e Rosana Félix.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]