i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
defesa

Policiais destacados para o cerco do Centro Cívico viajaram sem receber diárias

Cada agente deve ganhar R$ 180 por dia em que atua longe da sede em que está lotado

  • PorFelippe Aníbal e Diego Ribeiro
  • 27/04/2015 15:43
A falta de certeza quanto ao reembolso, no entanto, abalou a motivação de homens da Polícia Militar (PM) ouvidos pela Gazeta do Povo | Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
A falta de certeza quanto ao reembolso, no entanto, abalou a motivação de homens da Polícia Militar (PM) ouvidos pela Gazeta do Povo| Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

Os policiais militares do interior do Paraná que foram convocados para atuar no cerco à Assembleia Legislativa viajaram a Curitiba sem receber diárias para o deslocamento. De acordo com o regulamento, cada agente deve ganhar R$ 180 por dia em que atua longe da sede em que está lotado. O dinheiro é destinado a cobrir despesas com hospedagem e alimentação. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) disse que o dinheiro vai ser depositado ainda nesta segunda-feira (27) na conta dos policiais.

Com galerias vazias, Alep começa sessão

Manifestantes ocuparam a Praça 19 de Dezembro para protestar contra projeto de lei do governo do estado; fizeram caminhada simbólica até a Praça Nossa Senhora de Salete e aguardam a tentativa de acompanhar a sessão dos deputados

Leia a matéria completa

A falta de certeza quanto ao reembolso, no entanto, abalou a motivação de homens da Polícia Militar (PM) ouvidos pela Gazeta do Povo. Um policial lotado em uma cidade dos Campos Gerais conta que veio a Curitiba em uma viatura com sua equipe. Não houve qualquer esclarecimento por parte dos oficiais quanto ao dinheiro para que a tropa se mantenha em Curitiba.

“Por enquanto, estamos tirando do bolso. Estamos pagando para trabalhar neste cerco”, disse. “Agora, qual o moral que a tropa tem para conter distúrbios? Ainda mais com professores”, completou.

  • Tropas de policiamento especial cercam a Assembleia Legislativa.

A Associação dos Praças do Paraná (Apra-PR) também recebeu denúncias de policiais militares que foram deslocados ao cerco sem terem recebido as diárias. Segundo o presidente da entidade, Orélio Fontana Neto, há casos de PMs que viajaram por mais de nove horas sem verba sequer para se alimentar ao longo do trajeto.

“É um estado lastimável. Chegam a faltar adjetivos para classificar esse desrespeito”, apontou. “Mais da metade dos policiais convocados para o cerco são do interior”, completou.

Além disso, a associação apontou que ainda não há um local previsto para que os policiais façam a troca de turnos. De acordo com o planejamento traçado, serão cinco equipes de policiais se revezando no cerco.

Por conta dos inúmeros contatos, a Apra-PR destinou canais para receber denúncias de policiais que viajaram sem receber as diárias. Os comunicados podem ser repassados pelo e-mail para@aprapr.org.br ou pelo telefone (41) 3018-6003.

Por meio de nota, a Sesp informou que a Secretaria de Estado da Fazenda já fez a liberação dos recursos para pagamento das diárias. “Os valores devem ser creditados na conta dos servidores ainda nesta segunda-feira (27)”, diz a nota. A Sesp não informou qual foi o efetivo de policiais deslocados do interior para atuar no Centro Cívico.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.