i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Título

Prazo para regularizar título eleitoral termina na próxima semana

Quem não votou nas últimas três eleições nem apresentou justificativa precisa regularizar a situação junto à Justiça Eleitoral. Paraná tem 67 mil eleitores com pendência

  • PorFernanda Leitóles
  • 17/04/2013 06:25

O eleitor que não votou nas últimas três eleições nem apresentou justificativa para as ausências tem até a próxima semana para regularizar a situação junto à Justiça Eleitoral. Há 67 mil eleitores nessa situação no Paraná, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

O prazo termina na próxima quinta-feira (25). Quem não comparecer ao cartório eleitoral terá o título cancelado. Cada turno conta como uma eleição. Ou seja, a pessoa que não votou no primeiro e segundo turnos de 2012 - e não justificou – já deixou de participar de duas eleições, na contagem da Justiça Eleitoral.

O eleitor deve comparecer ao cartório eleitoral com um documento oficial com foto, o título e os comprovantes de votações anteriores. A multa é de R$ 3,51 pela ausência em cada eleição.

Cancelamento do título

Com o cancelamento do documento, o eleitor não poderá tirar passaporte, ser nomeado em caso de aprovação em concurso público nem renovar ou fazer matrícula em instituições de ensino superior. Os servidores públicos também não conseguirão receber salários.

Para consultar a situação, o eleitor pode acessar o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.