Deputado Mario Negromonte Júnior responderá por corrupção passiva, ocultação de bens  e participação em organização criminosa. | Alex Ferreira/Câmara dos Deputados
Deputado Mario Negromonte Júnior responderá por corrupção passiva, ocultação de bens e participação em organização criminosa.| Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) denúncia contra cinco deputados do PP por envolvimento nos desvios investigados na Operação Lava Jato.

São alvo da acusação dos deputados Mario Negromonte Junior (BA), Luiz Fernando Faria (MG), João Otávio Germano (RS), Roberto Brito (RS) e Arthur Lira (AL). Também foram denunciados os ex-deputados Mario Negromonte e João Pizzolatti, também do PP.

O grupo responderá por corrupção passiva e ocultação de bens. No caso de Negromonte Junior, ele também é acusado de participar de organização criminosa e embaraço à Justiça.

A denúncia está em sigilo e foi encaminhada ao relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki. Ele deverá elaborar um voto e encaminhar ao plenário do tribunal, que decidirá se abre ação penal contra o grupo ou se arquiva o caso por falta de provas.

Não há data prevista para isso acontecer. Na semana passada, a Polícia Federal divulgou que encerrou essa fase de investigações contra Pizzolatti.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]