O deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) já informou ao PT a decisão de retirar sua candidatura à Prefeitura de Osasco. O vice de sua chapa, Jorge Lapas será o candidato da sigla.

João Paulo discute agora com o prefeito Emídio de Souza (PT) o nome do vice da nova chapa. O mais cotado é o líder do governo na Câmara Municipal, Valmir Prascidelli.

O diretório do PT de Osasco foi convocado para uma reunião na noite de hoje para que a desistência de João Paulo seja oficializada.

A maioria dos ministros do Supremo votou por condenar João Paulo por corrupção passiva, peculato (desvios de dinheiro usando cargo público) e lavagem de dinheiro. O petista é acusado de receber R$ 50 mil para beneficiar agência do empresário Marcos Valério em contrato com a Câmara na época em que presidia a Casa (2003-2004).

Também por maioria, o Supremo inocentou o petista de uma segunda acusação de peculato, relacionada à contratação de um assessor quando presidente da Câmara. A acusação sustenta que houve desvio de dinheiro público, já que a contratação serviu para assessoria pessoal dele.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]