Já começou a atração de filiados para a sigla recém-autorizada Rede Sustentabilidade. O deputado federal Alessandro Molon, petista mais votado no Rio de Janeiro, anunciou a troca de partido. Mas a ex-senadora Marina Silva, que esteve em Curitiba na sexta-feira (25) para participar do Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, afirmou que não pretende buscar filiados a qualquer custo. Ela defende que, se o partido quer ser diferente dos demais, não pode se concentrar em números. “Tem que ser comprometido com o DNA da Rede. Não precisa ser ambientalista.” Mas ela destacou, contudo, que o filiado precisa ser alguém que atenda o conteúdo programático do partido.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]