Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Sérgio Cabral, governador do Rio | Marino Azevedo
Sérgio Cabral, governador do Rio| Foto: Marino Azevedo
  • Arnaldo Jordy (PPS-PA), deputado
  • Miriam Belchior, ministra do Planejamento

A perda dos royalties do petróleo no Rio de Janeiro foi o tema do horário gratutito do PMDB fluminense no último sábado, na tevê. O governador Sérgio Cabral (foto) garantiu que vai até o fim na defesa dos recursos do estado. Com a derrubada do veto da presidente Dilma Rousseff ao trecho da lei que tratava da distribuição dos royalties, o estado e municípios fluminenses perderão R$ 75 bilhões até 2020. O prefeito Eduardo Paes e o vicegovernador Luiz Fernando Pezão, pré-candidato à sucessão de Cabral, também defenderam os royalties do Rio em inserções do PMDB. Atualmente, o PMDB e o PT do Rio vivem um momento tenso por causa da sucessão de Cabral. O PMDB fluminense exige que o senador petista Lindbergh Farias desista da pré-candidatura e apoie Pezão. Se isso não acontecer, os peemedebistas do Rio ameaçam retirar o apoio à reeleição da presidente.

Agenda

• Hoje

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Roberson Luiz Bondaruk, vai até a Câmara Municipal de Curitiba para mostrar aos vereadores as estratégias de segurança pública da capital.

• Amanhã

Os vereadores de Curitiba recebem o secretário municipal do Urbanismo e da Copa 2014, Reginaldo Luiz dos Santos Cordeiro. Ele vai apresentar o diagnóstico das pastas assumidas, as ações já implementadas e os projetos da nova gestão, com ênfase no Mundial de futebol.

Os senadores se reúnem para concluir a votação do orçamento de 2013. A pauta foi aprovada na Câmara na semana passada.

• Quarta-feira

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado vota a proposta de emenda à Constituição que amplia os direitos dos empregados domésticos, como direito ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e horas extras remuneradas.

Mais resultados

Em 60 dias, a CPI do Tráfico de Pessoas da Câmara dos Deputados deve apresentar um relatório parcial com sugestões para combater o crime no país. Na avaliação do presidente da comissão, deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA, foto 2), é preciso melhorar o diálogo entre a CPI e a Polícia Federal (PF), para aumentar a vigilância em áreas de risco, como nas regiões de fronteira. Na Usina Hidrelética de Belo Monte, no Rio Xingu, próximo a Altamira (PA), o efetivo da PF passou de 32 para 15 homens em seis anos. Nos últimos sete meses, a população local subiu de 100 mil para 132 mil pessoas.

"Mata-mandatos"

O prefeito e o vice de Romaria, a 480 km de Belo Horizonte, em Minas Gerais, tiveram seus diplomas cassados pela Justiça Eleitoral por causa de irregularidades em obras de mata-burros na zona rural do município durante a campanha eleitoral. Ferdinando Resende Rati (PT) e Geovani Leonardo Alves da Silva (PDT) foram denunciados por usarem bens públicos na construção das obras em fazendas locais. Há uma semana, a cidade está sem administrador. A população aguarda decisão final da Justiça Eleitoral. Caso for confirmada a decisão, Romaria deve ter nova eleição.

Pinga-fogo

"Não damos tratamento diferenciado aos estados. Nosso tratamento é republicano. O que interessa à presidente é o bem-estar da população."

Miriam Belchior (foto 3), ministra do Planejamento, sobre a queda de repasses voluntários para Pernambuco, estado do governador Eduardo Campos (PSB), virtual candidato à Presidência em 2014.

Colaborou: Anna Paula Franco

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]