Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Moro é conhecido desde o Caso Banestado, operação da Polícia Federal e da Procuradoria da República deflagrada nos anos 1990 para combate à evasão de US$ 30 bilhões | /
Moro é conhecido desde o Caso Banestado, operação da Polícia Federal e da Procuradoria da República deflagrada nos anos 1990 para combate à evasão de US$ 30 bilhões| Foto: /

O juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações penais da Operação Lava Jato, foi homenageado no Recife, na manhã do domingo, 5. A Embaixada de Pernambuco fez um tradicional Boneco Gigante de Olinda para o magistrado.

“O pessoal via o (ex-presidente do STF) Joaquim Barbosa e comentava sobre o Sérgio Moro. A gente fez a solicitação para ele, explicou o formato, como eram os homenageados. É de caráter cultural, sem inclinação política, é mais para retratar o momento da sociedade”, explica o produtor cultural Leandro Castro, responsável pela obra.

O boneco foi lançado na Praça do Marco Zero, no bairro do Recife Antigo. O tributo teve a participação da Orquestra de Frevo de Pernambuco.

Moro é conhecido desde o Caso Banestado, operação da Polícia Federal e da Procuradoria da República deflagrada nos anos 1990 para combate à evasão de US$ 30 bilhões. Com atuação discreta todos esses anos, Moro acabou ganhando grande notoriedade após a deflagração da fase ostensiva da Operação Lava Jato, em março de 2014, quando foi capturado o ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa.

Desde essa época, ele determinou a prisão de políticos, de empresários das maiores empreiteiras do País e de ex-diretores da estatal petrolífera supostamente envolvidos em um esquema de corrupção e propinas. “Normalmente, a gente não costuma colocar o boneco na rua logo de cara, sempre faz o lançamento interno, como foi o Joaquim Barbosa. Mas o pessoal ficou sabendo e pediu pra levar para o Marco Zero”, explicou Castro.

Depois do lançamento, o boneco do magistrado foi levado para um museu. O espaço abriga a exposição permanente de 60 bonecos gigantes. Além de Barbosa e Moro, estão lá os bonecos da presidente Dilma, dos ex-presidentes Lula e Fernando Henrique Cardoso, do ex-governador Eduardo Campos, dos cantores Alceu Valença, Michael Jackson, Domiguinhos, Luíz Gonzaga, o atacante Neymar, entre outros. “Ele está exposto dentro da embaixada. É um período de férias, está chegando muita família. O Joaquim Barbosa sempre foi hors concours em foto. O Moro está começando a disputar com ele”, conta Castro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]