A Polícia Federal diz que não foi possível cumprir todos os mandados de prisão da Lava Jato nesta sexta-feira porque alguns suspeitos já imaginavam que poderiam ser alvo da operação e conseguiram escapar. Pelo menos um dos envolvidos, que seria preso em Curitiba, é considerado oficialmente como foragido.

Nesta sexta-feira pela manhã, cerca de 300 policiais saíram no encalço dos suspeitos. Segundo o jornal O Globo, um dos policiais teria dito, durante a busca dos envolvidos, que hoje seria "o dia do Juízo Final".

Os policiais estavam de olho há algum tempo observando os suspeitos. Segundo a PF, alguns deles, já imaginando que a nova fase da operação Lava Jato pudesse incluir seus nomes, viajavam frequentemente ao exterior, e passaram a ter o costume de dormir fora de casa. Por isso, alguns foram presos em hotéis nesta sexta.

A PF acredita que não houve vazamento, mas que os suspeitos sabiam que suas atividades estariam sendo investigadas. Segundo os delegados, em função disso, seria difícil achar algum momento em que 100% dos suspeitos pudessem ser presos no mesmo dia. Mesmo assim, o resultado do cumprimento dos mandados é considerado satisfatório.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]