Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

10 dicas efetivas para as crianças comerem melhor

Para uma alimentação saudável, a família precisa criar um ambiente em que as crianças possam fazer as escolhas apropriadas

Não rotular o alimento como bom ou ruim é uma das dicas que realmente podem dar efeito na hora de mudar o hábito alimentar de seu filho. Foto: Bigstock.Não rotular o alimento como bom ou ruim é uma das dicas que realmente podem dar efeito na hora de mudar o hábito alimentar de seu filho. Foto: Bigstock.

É sempre uma briga quando as crianças sentam à mesa? Pois saiba que os pais têm uma parcela de culpa.

Isso porque um dos passos mais importantes para garantir uma alimentação saudável para os filhos é criar um ambiente em que eles possam fazer as escolhas apropriadas.

Esta é uma das 10 dicas propostas pela diretora do Laboratório de Prevenção à Obesidade Infantil na Universidade de Louisiana (EUA), Melinda Sothern, para garantir que as crianças tenham hábitos alimentares saudáveis. Confira:

1. Evite restrições alimentares

Ela aumenta o risco de distúrbios alimentares na vida adulta, como anorexia ou bulimia, e pode ter um efeito negativo no crescimento e desenvolvimento da criança. Em vez de proibi-los, apresente outras opções mais saudáveis e evite alimentos processados e com baixo valor nutricional.

2. Mantenha alimentos saudáveis sempre à mão

As crianças vão comer o que está disponível em casa. Por isso, mantenha frutas sempre por perto. E, claro, lembre-se que você é um exemplo. Na hora do lanche, coma uma maça e sua ação terá mais importância do que qualquer coisa que você fale.

3. Não rotule o alimento como bom ou ruim

Ao invés disso, relacione os alimentos com as atividades que a criança pratica e gosta. Explique que alguns deles vão deixá-lo mais forte para jogar bola, outros podem ajudá-lo a manter o foco em sala de aula e tirar notas boas, e ainda, outros ajudam a ter uma pele e cabelo mais bonitos.

4. Elogie escolhas saudáveis

Mostre-se orgulhoso sempre que seu filho escolher alimentos saudáveis, como frutas, legumes, cereais integrais ou laticínios de baixo teor de gordura por conta própria. Ele certamente vai querer repetir atitudes que os pais aprovam.

5. Dê opções em vez de criticar más escolhas

Quando as crianças escolherem alimentos gordurosos e frituras, sugira opções mais saudáveis. Se quiserem um doce, tente mergulhar frutas numa calda de chocolate, por exemplo. Está sem tempo para isso? Tenha frutas secas em casa para lanches rápidos. Asse as batatas ao invés de fritar!

6. Nunca use comida como recompensa

Sabe quando você oferece uma sobremesa para a criança se ela comer tudo? Esqueça! Do contrário, ela passa a associar comida a um sacrifício e o “prêmio” fica mais apetitoso. Isso pode gerar problemas de peso mais tarde. Por que não recompensa seus filhos com alguma atividade divertida?

7. Crie o hábito de sentar-se à mesa nas refeições

Se isto não é uma tradição em sua casa, é hora de mudar! Segundo Melinda, crianças que comem à mesa com a família têm hábitos alimentares mais saudáveis e menos chances de terem problemas sérios quando adolescentes. Comece com uma noite por semana e, gradualmente, você terá este hábito.

8. Prepare os pratos das crianças

Ao invés de fornecer alimentos à vontade para as crianças – no estilo buffet -, por que não convidá-las para montarem o prato junto com você. Assim você aproveita a oportunidade para ensiná-las a reconhecer o tamanho das porções saudáveis.

9. Dê às crianças um pouco de controle

Durante as refeições, peça para elas atribuam notas aos alimentos. Assim, quando pontuarem bem  as frutas e vegetais, por exemplo, as ofereça com mais frequência. Isso permite que elas participem na tomada de decisões. Afinal de contas, o jantar é um assunto de família.

10. Faça visitas regulares ao pediatra

Sempre fale com o médico do seu filho antes de colocá-lo numa dieta louca de perda de peso. Também evite fazer quaisquer alterações significativas no cardápio, pois poderá suprimir nutrientes importantes e que você desconhece os benefícios.

LEIA TAMBÉM

 

8 recomendações para você

Deixe seu comentário