Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Garrafinha de água do trabalho é abertura para doenças; saiba limpar corretamente

Deixar água parada de um dia para outro, ficar muito tempo com uma só e usar garrafas de plástico descartáveis são alguns dos principais erros

A limpeza deve ser feita diariamente e as garrafas não devem ser compartilhadas, evitando o contágio de doenças infecciosas como hepatite A, herpes, fungo de boca ou até mesmo amigdalites, diarreias e dores de estômago. Foto: Bigstock.

Beber dois litros de água por dia é uma atitude que contribui para a saúde. Para cumprir essa meta muitos mantém uma garrafinha por perto, seja na bolsa, mesa de trabalho ou academia.

Mas não basta abastecê-la ao longo do dia, é fundamental higienizá-la periodicamente.

 

O biomédico imunologista Rogério Saad Vaz lembra que a limpeza deve ser feita diariamente e que as garrafas não devem ser compartilhadas, evitando o contágio de doenças infecciosas como hepatite A, herpes, fungo de boca ou até mesmo amigdalites, diarreias e dores de estômago.

“Nossa boca e mão não são estéreis e o contato com a garrafa a deixa cheia de bactérias e fungos”, afirma o biomédico.

A limpeza básica deve ser feita por dentro e por fora, com escova e detergente neutro. Se a garrafa for de plástico, não se deve usar água fervente para não haver liberação de substâncias tóxicas.

Observe atentamente as fissuras e tampa da garrafa, onde a sujeira e o limo (manchas escuras formadas por bactérias) se acumulam com mais frequência.

Para uma higienização mais completa, a nutricionista e higienista Lígia Carlan recomenda que após a lavagem deixe-se a garrafa de molho por 15 minutos em uma solução de uma colher de sopa de água sanitária para um litro de água.

Após o procedimento, enxágue em água corrente. “Para completar a limpeza, borrife álcool 70% na parte externa”. Ela lembra ainda que as garrafas que são usadas com mistura de vitaminas, shakes, suplementos e sucos precisam de limpeza mais caprichada. “São alimentos com carboidratos e proteínas que facilitam o desenvolvimento de bactérias e fungos”, alerta.

Escolha

A melhor opção é a garrafa de vidro transparente

As garrafas plásticas são a escolha mais comum entre as pessoas, além da reutilização das embalagens de água mineral descartáveis. Porém, elas não foram feitas para durar por meses.

“O ideal é fazer a limpeza todos os dias e descartá-las a cada três ou quatro dias”, informa o imunologista Rogério Saad Vaz. Entre as garrafas permanentes, chamadas de squeezes, ele indica as de vidro, que são transparentes – permitindo observar a cor da água – e de superfície mais lisa, que evita o acúmulo de secreções.

As feitas de aço inoxidável têm a vantagem de o material funcionar como bactericida, lembra a nutricionista Lígia Carlan. “Qualquer que seja a escolha, a água colocada na garrafinha deve ser consumida em até três horas. Portanto nada de deixar água de um dia para o outro”, alerta o médico.

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário