Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Um em cada dez navios de cruzeiro tem condição sanitária insatisfatória

Antes de embarcar, confira se o navio em que você vai viajar está bem avaliado pela Anvisa

Desta vez foram analisados 34 navios, que assim ficaram classificados: no padrão A, de alto padrão sanitário, ficaram 18 deles. Foto: Bigstock.Desta vez foram analisados 34 navios, que assim ficaram classificados: no padrão A, de alto padrão sanitário, ficaram 18 deles. Foto: Bigstock.

Todo ano a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lança uma classificação de navios de cruzeiro a partir de inspeções sanitárias realizadas pela agência na última temporada.

Nesta temporada (2018-2019), os resultados apontam que 53% dos navios de cruzeiro que estiveram na costa brasileira apresentam padrão de excelência.

As embarcações são classificadas de acordo com a sua qualidade sanitária, depois de inspeção a bordo da Anvisa de cada um dos navios.

Desta vez foram analisados 34 navios, que assim ficaram classificados: no padrão A, de alto padrão sanitário, ficaram 18 deles; no padrão B, cinco apresentaram nível satisfatório; no padrão C, atribuído a oito embarcações consideradas em condições sanitárias aceitáveis; e três no padrão D, o que representa 9% das embarcações avaliadas e que apresentam condições sanitárias insatisfatórias, com exigências a cumprir imediatamente. Você pode conferir o resultado da análise pelo nome do navio de cruzeiro neste link

Como é feita a análise

Segundo a Anvisa, todo navio de cruzeiro que circula pela costa nacional passa por inspeção sanitária da agência, quando são verificadas a segurança sanitária da água e dos alimentos ofertados a bordo, as águas recreacionais (piscinas, hidromassagens, etc.), limpeza de cabines e ambientes, instalações médicas, gerenciamento de resíduos sólidos (lixo), sistema de tratamento de esgoto, climatização e controle de vetores.

>>Manteiga, margarina ou banha de porco: o que é pior para sua saúde?

As inspeções são realizadas de surpresa e os fiscais verificam todos os controles da embarcação referentes à segurança sanitária dos alimentos preparados e da água para consumo humano ofertados a bordo.

Diarreia domina eventos de saúde

Entre os 782 eventos de saúde notificados em navios de cruzeiro na temporada 2018-2019, 60% foram casos de diarreia, seguidos de síndrome gripal (34%). Também foram apontados casos de sarampo e varicela, entre outros.

Além de inspecionar os navios in loco, a Anvisa também recebe diariamente dados da situação de saúde de cada embarcação, provenientes do hospital de bordo, ou seja, dados sobre o número de viajantes (passageiros ou tripulantes) acometidos por alguma doença.

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário