Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Kim Kataguiri- gazeta-do-povo
Deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) falou com exclusividade à Gazeta do Povo.| Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Por Guilherme Macalossi

Com apenas 23 anos, Kim Kataguiri (DEM-SP) se diz uma pessoa “muito tímida”. Disse, entretanto, que aprendeu a lidar com essa caraterística. Ninguém teria como discordar. O jovem parlamentar se tornou uma das maiores vozes da atual legislatura, fazendo críticas ferrenhas tanto aos grupos de esquerda quanto aos aspectos negativos do governo Bolsonaro.

Essa postura de apontar para o que está errado, independente de quem seja, tem levado muitos a pensar que Kim, assim como seus colegas do Movimento Brasil Livre, traíram a direita, o liberalismo e o conservadorismo. Questionado por Alexandre Borges sobre sua independência, ele responde que “para ser liberal você não pode ser 100% governista”.

“Se você é 100% governista, você não é nem liberal e nem conservador porque o princípio do liberalismo e do conservadorismo é ser cético em relação a ação de quem te governa”. Ele ainda aponta que o Parlamento é um instrumento de mitigação do poder central exercido pelo Executivo, e que “a partir do momento que você desvaloriza o Parlamento a ponto de tornar um puxadinho do Palácio do Planalto, você não é conservador, você não é liberal, você é um adesista”.

Kim aponta que, apesar da tentativa de Bolsonaro e seus apoiadores de tomarem posse do ideário liberal e conservador, “existe, sim, espaço para uma direita liberal, uma direita conservadora que discorda de pontos do governo”.

Acompanhe a entrevista de Kim Kataguiri no Imprensa Livre e fique por dentro de assuntos como desempenho dos parlamentares, CPMI das Fake News e os termos da Reforma da Previdência.

3 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]