Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
inflação
Peso argentino sofre com a desvalorização causada pela inflação| Foto: Juan Ignacio Roncoroni/EFE

A ômicron e essa gripe fora de época estão se alastrando pelo Brasil e pelo mundo. No hemisfério norte até que é mesmo época de gripe, mas o aumento dos casos está assustando todo mundo. Mas, dizem os especialistas, é o "canto dos cisnes". Essa ômicron, embora seja muito contagiosa, é pouco agressiva. Será o grito final de pandemia. O coronavírus, lembremos, é um vírus e o que teremos que fazer todos os anos é se imunizar igual ao que já fazemos com a gripe.

Inflação de 2021

O Banco Central vai divulgar nesta terça-feira (11) a inflação oficial do Brasil em 2021, algo em torno de 10%. Nosso vizinho do sul não terá o mesmo desempenho. A Argentina está fechando o ano com mais de 50% de inflação e com péssimas possibilidades para 2022. Já o Brasil não, as previsões é que em 2022 a inflação fique pela metade.

O desempenho do Brasil tem sido muito mais seguro que o da Argentina, que está aplicando aquele mesmo socialismo da Venezuela, que é um desastre. Faz o povo fugir — muitos venezuelanos estão no Brasil precisando do nosso apoio. É bom a gente lembrar disso.

Contrabando de cigarro

Vejam só o que aconteceu no Piauí. Dois caminhões estavam na BR-343 e, quando avistaram uma patrulha da Polícia Rodoviária Federal, aceleraram. Os policiais não tiveram dúvida e foram atrás: eram motoristas que estavam transportando carga ilegal. A polícia, com a sirene ligada, mandou que parassem e eles aceleraram mais ainda. Tentaram fugir de qualquer jeito.

Lá pelas tantas, na hora que um caminhão se distanciou mais, o motorista deu uma freada brusca, largou o volante e saiu correndo pelo mato. Os policiais conseguiram pegar o outro, que também saiu correndo. Os dois caminhões tinham 600 mil maços de cigarros contrabandeados, ou seja, não pagaram imposto aqui no Brasil.

Imposto de cigarro, como a gente sabe, é mais do que a metade do preço do cigarro. O contrabando de cigarro é uma praga no Brasil, vem de anos e até agora ninguém conseguiu resolver isso.

Inquérito prorrogado

Mais um inquérito que o ministro do STF Alexandre de Moraes prorroga, porque ele não acha nada e aí vai prorrogando. Tem aquele que diz que o o presidente Bolsonaro interfere na Polícia Federal que está aberto desde abril de 2020 e tem sido prorrogado sistematicamente, porque não acham nada. Ele deixou esse prorrogado para contar a partir do dia 27 de janeiro, porque sabe que até lá não vai aparecer nada.

E agora prorrogou o inquérito da milícia digital, que a Procuradoria-Geral da República pediu para arquivar. Só que Moraes arquivou, mas abriu outro. Criou-se um carimbo chamado "milícia digital". A milícia em geral é armada, tem reuniões conspiratórias… Tiradentes tinha uma milícia. A Inconfidência Mineira queria abrir uma revolta.

Só que até agora ninguém achou o depósito de armas e munições da milícia digital, onde eles treinam, onde se encontram, mas está prorrogado, vão estudar mais um pouco o "caso". Porque essa milícia seria contra a democracia e contra o Estado Democrático de Direito. Agora ter um inquérito que não está com o devido processo legal, isso também é contra o Estado Democrático de Direito.

Pelo menos é o que a gente sente. É incrível a ironia dessas coisas que esfregam na cara dos cidadãos brasileiros.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]