Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Profissional de saúde prepara uma dose da vacina da Pfizer/BioNTech contra Covid-19 em centro de vacinação em Tel Aviv, Israel, 31 de dezembro de 2020
Profissional de saúde prepara uma dose da vacina da Pfizer/BioNTech contra Covid-19 em centro de vacinação em Tel Aviv, Israel, 31 de dezembro de 2020| Foto: Jack Guez/AFP

Eu já comentei que o Brasil deveria fabricar uma vacina contra a Covid-19 para que não dependamos da importação de insumos ou do medicamento completo de outros países. Agora eu descubro que nós estamos prestes a fazer isso.

O governo está financiando 11 projetos, a maioria está sendo desenvolvida em universidades federais. A maior parte é apoiada diretamente pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, o Finep e pelo CNPq.

São 16 possíveis candidatas a vacina usando técnicas distintas. Entre elas, algumas usam tecnologia genética, outras o adenovírus, uma tem como base a vacina da febre amarela. Todas estão em progresso.

Com uma vacina brasileira nós conseguimos ter controle de toda fabricação e distribuição, além disso, caso haja mais alguma cepa da Covid-19 é possível fabricar em menos tempo um imunizante contra essa variação.

Tratamento de Covid-19

As redes públicas de 35 municípios gaúchos estão distribuindo o tratamento com cloroquina, ivermectina e medicamentos afins para a população com o intuito de combater a Covid-19. A capital Porto Alegre está inclusa.

Será que os médicos estão perguntando na anamnese se o paciente fez o uso do da cloroquina e da ivermectina? Porque a ciência é observação, assim é possível descobrir qual medicamento funciona como tratamento.

Eleições em Portugal

As eleições de Portugal aconteceram no domingo (24), apesar da segunda onda de coronavírus estar forte na região. O presidente de centro-direita, Marcelo Rebelo de Souza, foi reeleito.

Eu registro isso, porque não acredito que a eleição dos Estados Unidos seja mais importante do que a de Portugal, já que foram eles que colonizaram o Brasil. Mas a repercussão não é a mesma. Eu acho que o que é publicado, está cada vez mais distante da opinião pública.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]