Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Mike Pompeo visitou base da operção Acolhida, em Roraima
Mike Pompeo visitou base da Operação Acolhida, em Roraima| Foto: Divulgação

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, criticou o encontro entre o secretário de estado norte-americano e o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Os dois discutiram a Operação Acolhida.

Segundo Maia, o encontro passou por cima dos princípios do art 4º da Constituição que fala de independência nacional, autodeterminação dos povos, igualdade entre estados e defesa da paz.

Os Estados Unidos e o Brasil não reconhecem, junto com outros 60 países, o governo de Nicolás Maduro, e sim de Juan Guaidó. Portanto não faz sentido a afirmação do presidente da Câmara. Estão até trocando o embaixador.

Além disso, faz três dias que a Comissão de Direitos Humanos da ONU, afirmou, em relatório, que o governo Maduro pratica crimes contra a humanidade e some com opositores.

Então qual é o problema de passar por cima da Constituição? Estamos tratando de salvar a vida de milhares de venezuelanos que procuram a liberdade no território brasileiro - outros vão para a Colômbia pela facilidade da linguagem.

A Operação Acolhida merecia um prêmio Nobel da Paz. Falaram que isso pode influenciar nas eleições estadunidenses, eu não entendi essa ligação. E daí que só faltam 46 dias para o pleito do país? Trump não vai ganhar conquistando votos brasileiros.

Preconceito no STF

O ministro Marco Aurélio está se insurgindo. Ele chegou a dizer que têm ministros no STF com preconceito contra o presidente. Além disso, o ministro tem adotado medidas coerentes com a função.

O ministro do STF, Marco Aurélio, operou o joelho, mas ele vai continuar trabalhando. Ainda bem, porque a aposentadoria dele vai acontecer ano que vem. Além dele, Celso de Mello também está para se aposentar em outubro.

Dar a volta por cima

No sábado (19), Bolsonaro foi a uma igreja evangélica participar de um encontro e no domingo (20) ele se encontrou com gaúchos na churrascada que aconteceu no Eixo Rodoviário.

No próximo fim de semana ele vai a São Paulo para retirar um cálculo aparentemente pequeno. Mais uma cirurgia que o presidente vai precisar se submeter. Já foram muitas devido a facada.

Bolsonaro tem resistido a muita coisa, mas o Brasil tem resistido mais. No domingo, quando eu saí da missa, eu conversei com o padre e ele me disse que o mal acaba se diluindo nele mesmo, ou seja, o mal se desgasta, se destrói e se envenena.

Agora nós estamos vendo os brasileiros resistindo depois de todo mal que procuraram fazer ao país usando o coronavírus como desculpa. Nós estamos mostrando o quanto somos resilientes e conseguimos levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima.

35 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]