Club Vibe 15 Anos (foto: Gu Remor)
Club Vibe 15 Anos (foto: Gu Remor)| Foto:

Um dos clubs de música eletrônica mais tradicionais do país, o Club Vibe completa 15 anos com uma festa especial, neste sábado (3/12), no espaço Ópera Concept Hall. No line up, se apresentam dOP, PillowTalk, Dashdot, Gromma e Biel Précoma.

Club Vibe 15 Anos (foto: Gu Remor)

Club Vibe 15 Anos (foto: Gu Remor)

Nesta década e meia de muita atividade, a Vibe se dedicou a valorizar artistas locais, nacionais e também a trazer destaques internacionais da cena conceitual da música eletrônica. Lançou e amplificou novas tendências, sem nunca apelar para as tendências comerciais.

Confira uma entrevista exclusiva ao blog com Jeje, que há cinco anos comanda a Vibe junto com seu sócio Dudu Marcondes. O blog também ouviu algumas figuras importantes da história da casa, confira!

Club Vibe 15 Anos (foto: Gu Remor)

Club Vibe 15 Anos (foto: Gu Remor)

Aperte o Play: A Vibe faz parte da história da música eletrônica de Curitiba. Foi um dos primeiros clubs a fomentar essa cultura na capital paranaense. Manter um club atrativo para o público, com identidade e rentável por 15 anos é algo extremamente marcante nos dias atuais. O que você considera como os principais pilares e as principais motivações deste sucesso?

Jeje: No Brasil, você pode contar nos dedos os clubs que duram mais que sete ou oito anos. Mas se reparar nos que estão de pé até hoje, são justamente os que sabem se manter atualizados, priorizando sempre o movimento cultural independente de bons ou maus momentos. Entender a música e a cultura profundamente é fundamental, é muito mais que somente um negócio, talvez essa seja uma das diferenças.

Aperte o Play: Além de nomes super conhecidos do público, trazer artistas ditos fora do mainstream é uma das características da Vibe. Qual artista foi mais surpreendente nestes últimos anos? Daquele em que se esperava um público seleto, mas acabou entrando no gosto da maioria e lotou ou agora lota o club.

Jeje: Muito difícil dizer qual artista surpreende mais pois é uma opinião muito particular, mas notei que nos últimos dois anos muitos brasileiros têm se destacado. E isso é muito bom, ver que temos grande variedade de nomes maduros e consistentes no Brasil hoje em dia.

Aperte o Play: O público fiel frequentador da Vibe é notável. Podemos dizer que algumas gerações já frequentaram, continuam frequentando e também uma nova geração cheia de energia está conhecendo o club nos dias atuais. É sempre um desafio agradar todos os públicos, com a natural mudança de gosto musical que acontece com o passar dos anos?

Jeje: Hoje em dia, o mercado tem uma maturidade musical muito grande. Todos consomem música eletrônica de alguma forma e isso é muito, muito bom! Temos noites com artistas de gerações mais antigas, como também nomes mais atuais, e são públicos completamente diferentes. Isso não era assim no passado, você dependia de um mesmo público duas vezes por semana. É ótimo poder fazer uma sexta para a nova geração e o sábado para as pessoas mais experientes, e na semana próxima você ainda pode mesclar mais, colocando artistas de uma vertente mais disco e no outro dia mais underground. Então é um momento muito rico e podemos variar bastante.

Aperte o Play: Agora uma curiosidade. O teto de LED da Vibe é uma das grandes atrações da casa, faz com que muita gente que não conheça o club queira frequentar só pra ter esta experiência. Como foi elaborar esse projeto e como surgiu a ideia na época em que foi instalado

Jeje: No Brasil, o pioneiro nesse tipo de projeto foi o D-Edge. Nós queríamos algo parecido, porém diferente e que desse o movimento que só um teto assim pode dar. Foi difícil encaixar, pois a Vibe tem um tamanho limitado, aí veio a ideia das bolas. Acredito que dentro das limitações que temos deu um bom resultado, principalmente quando incluímos os lasers que, em conjunto com o teto, cria ambientes bem estimulantes!

Aperte o Play: O que podemos esperar da Vibe para os próximos anos em relação a artistas, festas assinadas pelo club, redesign, mais um Vip Room? Quais novidades você pode abrir pra gente deixar o público fiel da Vibe ainda mais ansioso?

Jeje: Estamos justamente planejando os próximos 15 anos da Vibe no momento. Em 2017 vamos começar uma grande reforma no club: novos ambientes, uma pista maior um Vip Room maior, uma área externa maior, novos acessos e novo sistema de som e luz. Praticamente teremos um club novo. As obras começam em 2017 e a inauguração dessa nova Vibe será provavelmente no início de 2018. Posso afirmar que vamos fazer algo realmente grande, sem dúvida esse novo projeto vai surpreender.

Alguns flyers das icônicas festas e artistas destes 15 anos de Vibe.

Flyers antigos da Vibe

Depoimentos – Vibe 15 anos
Personagens importantes na história do club também comentam os 15 anos de sucesso.

Dov Aizental – Fundador do club, ao lado de Gustavo Gossling, em 2001, e sócio até Jeje e Dudu Marcondes assumirem totalmente o club, em 2012.

“Tudo começou com o fim da Rave Night Club. Ficamos órfãos e resolvemos criar um lugar onde nós e nossos amigos gostássemos de ir. Nunca pensamos em fazer um negócio para ganhar dinheiro e sim um clube que tocasse boa música. O resultado está aí. Acredito que o tamanho pequeno, que permite um contato direto com o DJ, é outra explicação deste sucesso e longevidade. O púbico tem a oportunidade única de ver os artistas de perto e os DJs, pelo seu lado, também adoram. Muitos DJs fazem questão de tocar na Vibe sempre que podem”.

Gustavo Rassi – Produtor da Vibe desde os primeiros tempos.

“A Vibe é uma embaixada da música eletrônica underground de Curitiba. Em seu longo caminho, nunca se desviou desta proposta e se manteve fiel ao conceito. Uma de nossas missões sempre foi alimentar culturalmente o público, transmitir informações novas para as pessoas. Dentro desse papel, abrir espaço para os novos núcleos de DJs foi um fator que desde o começo teve muita importância e continua até hoje”. 

Ricardo de Camargo Maia, o Jota – DJ e produtor, também foi sócio da Vibe num período.

“A Vibe foi fundamental no processo de criação de uma cena da música eletrônica em Curitiba. Durante este tempo todo manteve acesa a chama do underground na cidade, trazendo DJs de ponta e abrindo espaço para os novos artistas da cidade, sem se vender a modismos e tendências”.

Vibe 15 Anos. Neste sábado no Ópera Concept House

Vibe 15 Anos. Neste sábado no Ópera Concept Hall

__

Aperte o Play em nossa playlist no Spotify

Curta o Aperte o Play no Facebook

Siga o Aperte o Play no Instagram e Twitter

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]