Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Uso de beagles em experiências na UEM causa polêmica
| Foto:
Shannon Stapleton/Reuters
Cães da raça beagle são preferidos pelos cientistas por serem dóceis, o que facilitaria o trabalho científico

A notícia pegou muitas pessoas de surpresa e causou uma polêmica daquelas entre aquelas que defendem os direitos dos pets. Segundo uma matéria do repórter Thiago Ramari publicada na última quarta-feira (25), na Gazeta de Maringá, os cachorros da raça beagle são os animais mais utilizados pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) em pesquisas científicas.

O campeão de utilização dos pets é o curso de Medicina e, em geral, as experiências têm o propósito de descobrir medicamentos e procedimentos na área de saúde.

Um dos problemas mais graves é que, durante as pesquisas, alguns animais têm de ser sacrificados, mas a lei exige que a morte seja o menos dolorosa possível.

Segundo a Lei nº 93 de 2008 e o decreto 6.899 de 2009, o uso de animais em experiências é legal, mas isso não diminui em nada a polêmica em torno do assunto.

Que assunto difícil, não? Mas e você, o que acha? Os animais devem mesmo ser utilizados em experiências? Se não, qual alternativa é viável para substitui-los?

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]