Barros desmente sondagem, mas petistas dizem que ele pode assumir Ministério da Saúde
| Foto:

Ricardo Barros. Elza Fiúza/Ag. Brasil.

Com colaboração de Euclides Lucas Garcia:

O deputado federal Ricardo Barros (PP) negou formalmente nesta quarta-feira que tenha sido convidado para ser ministro da Saúde. “Não houve esse convite, já desmenti formalmente”, afirmou o deputado ao blog.

As conversas sobre a ida de Barros para o governo de Dilma Rousseff foram reveladas pela imprensa nesta quarta. Tido como articulador hábil, o deputado é vice-líder do governo no Congresso e poderia ajudar a conseguir votos contra o impeachment.

A vaga no Ministério da Saúde surgiu com a debandada do PMDB do governo. O partido tinha sete ministros, mas com a decisão de abandonar Dilma e o PT, terá de entregar os ministérios. Marcelo Castro, da Saúde, seria um dos que sairiam.

O PP é o próximo partido que pode sair do governo. Rachado, poderia ganhar espaço no governo para que garantisse sua permanência ao lado de Dilma.

Apesar da negativa de Barros, petistas influentes dizem que Barros foi sim sondado para assumir a pasta. “Só não vem se não quiser”, disse um parlamentar do partido.

Siga o blog no Twitter.

Curta a página do Caixa Zero no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]