i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Caixa Zero

Ver perfil

Cinco anos depois, prefeitura anuncia nova solução temporária para o lixo

  • PorRogerio Galindo
  • 20/08/2015 12:00
Cinco anos depois, prefeitura anuncia nova solução temporária para o lixo
| Foto:

fruet - AM

Cinco anos depois do encerramento do aterro da Caximba, no extremo sul da cidade, a prefeitura de Curitiba anuncia mais uma solução “temporária” para o problema do lixo. O edital para que empresas privadas continuem recebendo o lixo até 2016 teve três interessadas. Duas delas são as empresas que já prestam o serviço – e provavelmente a prefeitura precisará contatar as três.

Atualmente, a Estre recebe 2,7 mil toneladas diárias de lixo. A Essencis, mais 100 mil. No novo edital, a Estre diz que aceita 2,5 mil toneladas diárias. A Essencis, 200 mil. E uma terceira empresa, a TSA, aceita mais 200 mil. Como a “produção” de lixo fica em 2,8 mil toneladas diárias, só com as três juntas a conta fecha.

Desde 2010, a prefeitura vem improvisando. As gestões de Beto Richa e Luciano Ducci não conseguiram resolver o problema, e deixaram andando uma licitação. A gestão de Gustavo Fruet, em conjunto com os outros municípios da região, decidiu encerrar a licitação. E começar do zero. Enquanto isso, continua no improviso, dependendo de contratos temporários.

Para o ano que vem, a gestão Fruet promete grandes novidades. Uma consultoria do Banco Mundial “deverá apresentar uma proposta até o fim deste ano e a implantação inicial do projeto prevista para 2016”.

Siga o blog no Twitter.

Curta a página do Caixa Zero no Facebook.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.